O CORDEIRO VENCEDOR

“Quando O vi, caí a Seus pés como morto. Porém Ele pôs sobre mim a mão direita, dizendo: Não temas; Eu Sou o primeiro e o último e aquEle que vive; estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos e tenho as chaves da morte e do inferno.” 
Apocalipse 1:17-18.

O apóstolo João era o único sobrevivente do colégio apostólico. Todos os demais apóstolos já haviam sido martirizados. O imperador Domiciano o deportou para a Ilha de Patmos, numa tentativa de calar a sua voz. Mas, quando todas as portas da Terra estavam fechadas para João, o Senhor abriu-lhe uma porta no Céu: revelou-Se a ele. 


João teve uma visão do Cristo glorificado, cujos cabelos eram brancos como a neve e cujo rosto brilhava como o sol em seu fulgor. Seus olhos eram como chamas de fogo e Seus pés como de bronze polido. Sua voz era como voz de muitas águas e de Sua boca saía uma afiada espada de dois gumes (Ap 1:12-16). O apóstolo João caiu a seus pés como morto, mas ouviu: “Não temas; Eu Sou o primeiro e o último e aquEle que vive; estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos” (Ap 1:17b-18). 

O Cristo vencedor é o Cordeiro que foi morto, mas ressuscitou. Ele matou a morte com Sua morte e triunfou sobre ela em Sua ressurreição. O Cordeiro vencedor está assentado no trono do universo e governa os Céus e a Terra.

Oremos
Deus, assim como a Tua palavra me ensina acerca do sofrimento de Jesus, ela me mostra a retumbante vitória dEle através de Sua ressurreição. Cristo está vivo. Aleluia! Em nome de Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL