O SENHOR DEUS É O NOSSO REFÚGIO

Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
3ª IPB de Barretos / SP
Culto Vespertino 26.06.11


TEXTO BÁSICO: SALMOS 46

EXÓRDIO / INTRODUÇÃO
Existe uma realidade comum a todos os homens independente de cor, raça, religião, situação financeira ou nível social: as TRIBULAÇÕES. Todos nós passamos por elas, de intensidades diferentes e de diferentes naturezas, mas todos passamos ou passaremos um dia. Seja na área da saúde, casamento, família, finanças, emprego, vida espiritual, etc. A grande questão não é SE vamos passar por TRIBULAÇÕES na vida, mas a questão é COMO iremos passar. Certamente a presença de DEUS, O NOSSO REFÚGIO e fortaleza nas horas de TRIBULAÇÕES e angústia, é o grande diferencial na vida do crente.

EXPLICAÇÃO
TRIBULAÇÃO significa: aflição, adversidade moral (PEB).
Esse salmo escrito pelos filhos de Coré, que eram levitas, está dividido em três partes – vs 1 a 6; 7 a 9; 10,11 – e em cada uma delas vemos a frase “Deus é o nosso refúgio”. (ABA).

ARGUMENTAÇÃO / DIVISÕES Para enfrentar as TRIBULAÇÕES na força do Senhor precisamos ter três atitudes.

1 – NÃO TEMER (vs. 2)
Não podemos temer as TRIBULAÇÕES e sim a Deus que pode nos livrar das TRIBULAÇÕES. Temer é o mesmo que sentir medo, a diferença é que quanto a Deus juntamente com o temor aprendemos a amá-Lo com reverência, e a Sua presença nos traz segurança, pois sabemos que Ele é justo e bom. No entanto a Bíblia nos alerta em Gl 6:7 a não zombarmos de Deus pois haverá consequências de tudo o que praticarmos, mas temê-Lo sempre com santidade, pois Ele é fogo consumidor (Hb 12:28,29).

 
Em Mateus 10:28 Jesus nos diz:
“E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquEle que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo.”
 

Mas a realidade é que muitas vezes nós tememos as TRIBULAÇÕES e não tememos tanto a Deus quanto deveríamos. Se o medo de nossa alma é uma realidade, precisamos saber domina-lo e vence-lo. O Senhor nos ensina a lidar com o nosso medo, e lança-lo fora. Em 1 João 4:18 a Bíblia diz:
“No amor não existe medo, antes o perfeito amor lança fora todo medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor.”

2 – AQUIETAR-NOS (vs. 10a) 

Isso não é nada fácil de ser praticado, principalmente se estamos diante da enfermidade ou da própria morte. Nosso coração não sossega, nossa mente não pára de trabalhar, muitas vezes podemos ficar ansiosos, mas tudo isso é a nossa natureza humana. Só podemos nos aquietar através da fé que o Senhor nos concede. Muitas vezes nós não conseguimos nos aquietar porque talvez estejamos nos esquecendo de quem é Ele.
 
Paulo e Silas quando estavam na prisão fizeram algo que é exemplar para nós praticarmos quando estivermos em meio às TRIBULAÇÕES: eles louvaram a Deus. Nesses momentos de dificuldade é quando o nosso louvor será um “sacrifício de louvor”, esse louvor é uma arma poderosa nas TRIBULAÇÕES.
Nosso coração se aquieta quando lembramos QUEM É DEUS.

3 – SABER QUE ELE É DEUS (vs. 10a)
Saber que Ele é Deus significa saber muito além da teoria, mas saber quem Deus é para nós, reconhecê-Lo em nossa existência, decisões, atitudes, lar, vida diária. Saber que Ele é Deus é algo para ser praticado, vivido, experimentado, testemunhado, e não somente falado e declarado.
Nossa boca fala, nossos atos gritam.
A – Ele é o nosso refúgio (vs 1a) – nos escondemos nEle.
B – Ele é a nossa fortaleza (vs 1a) – nos fortalecemos nEle.
C – Ele é o nosso socorro (vs 1b) – Ele sempre vem nos ajudar.
D – Ele é soberano sobre as catástrofes (vs 2, 3) – tudo está sob o Seu domínio.
E – Ele é o Rei da cidade eterna (vs 4, 5) – Ele é maior que a morte.
F – Ele é o Rei sobre todas as nações (vs 6) – todos são submissos a Ele.
F – Ele põe termo à guerra (vs 9) – Ele é o Príncipe da Paz.
H – Ele é exaltado entre as nações, em toda terra (10b) – Ele é o Deus soberano.

4 – CRER QUE ELE SEMPRE ESTÁ CONOSCO (vs. 1,7,11) 

A certeza de que o Senhor está conosco faz toda a diferença nesses momentos de tribulações e angústia, pois Ele é soberano, o Todo-Poderoso, nos ama, e está presente consco. Isso aquieta o coração de todo aquele que nEle crê.
Em Mt 1:23 nos é revelado um dos nomes mais lindos do Senhor Jesus – EMANUEL que quer dizer “Deus conosco”. O Senhor Jesus veio, venceu a morte e ressuscitou, e sempre está conosco.

 
Hoje Deus se faz presente em nosso meio através do Espírito Santo que foi derramado no Pentecoste e que habita no coração de todo aquele que foi convertido pelo sangue de Jesus, Ele é o selo da promessa de Deus em nós.

"Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa." Efésios 1:13.
 

E em Rm 8:38,39 a Bíblia nos garante de que nada poderá nos separar do grande e infinito amor de Deus:
“Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.”


CONCLUSÃO

Temos a convicção de que:
- Ele está presente, nunca nos abandona;
- Ele sabe sobre todas as nossas TRIBULAÇÕES;
- Ele nos ama, independente do que estivermos passando;
- Ele pode resolver qualquer TRIBULAÇÃO, devemos nos render à Sua vontade.

Que possamos viver dessa maneira diante de toda e qualquer crise e TRIBULAÇÃO.

Se alguém ainda não experimentou esse modo de vida e deseja isso, essa é a hora. 


SOLI DEO GLORIA!!! 

Material de apoio:
ABA – A Bíblia Anotada
PEB – Pequena Enciclopédia Bíblica.
 


Sermão pregado anteriormente em 11.01.09 na IPB de Porecatu / PR.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT