ESCOLHE BEM OS TEUS AMIGOS

Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
3ª IPB de Barretos / SP 
Pastoral 04.07.10 

“Tinha, porém, Amnom um amigo, cujo nome era Jonadabe, filho de Siméia, irmão de Davi; e era Jonadabe homem mui sagaz.” 2 Samuel 13:3.

A história de Amnom é muito triste. Filho do rei Davi, este jovem podia ter vivido uma linda história, mas deixou-se abater por seus sentimentos de desejo e paixão carnal que nutria por Tamar, sua irmã por parte de pai, que o levaram à morte. Agindo guiado por essa paixão doentia e pecaminosa ele violentou Tamar, e acabou assassinado por Absalão, irmão de Tamar. Sem dúvida foi uma grande tragédia em Israel.

Pela Lei mosaica o casamento entre irmãos era proibido, como o é até hoje (Lv 18:6,9; Dt 27:22). Mas entre os povos vizinhos permanecia ainda o costume antigo de casar-se com irmãs, caso estas não fossem filhas da mesma mãe. Por isso as palavras de Tamar no vs. 13: “...peço-te que fales ao rei, porque não me negará a ti” parecem ter uma influência dos costumes de outros povos.

Mas Amnom já estava dominado pelo pecado, e em sua obsessão carnal cometeu este ato tão grotesco (vs. 14). Após possuí-la sentiu repulsa, aversão e ódio, e expulsou-a como se ela fosse um animal, ou uma pessoa má (vs. 15-18). A pobre Tamar sai cheia de vergonha, andando e chorando com as mãos na cabeça (vs. 19). Seu irmão Absalão a acolhe e cuida dela (vs. 20), mas resolve se vingar, e manda matar Amnom (vs. 28,29). Essa é uma das páginas mais tristes da história da família do rei Davi.

Porém, houve alguém que influenciou Amnom a fazer tudo isso, esse alguém foi Jonadabe, seu primo. Este homem, segundo o texto acima, era um homem muito sagaz, isto é, “astuto, malicioso, perspicaz” (Dicionário Aurélio). Amnom era amigo de Jonadabe e por isso lhe contou acerca da atração que sentia por Tamar (vs. 4). Este, maldosamente o aconselhou em todo o procedimento e na estratégia para a prática do pecado (vs. 5), preparando uma verdadeira armadilha para aquela jovem, que inocentemente caiu indefesa.

Esta história nos faz pensar acerca dos maus conselheiros e dos maus amigos. Os verdadeiros amigos jamais dão maus conselhos, pois esses vão nos prejudicar, se os seguirmos. Quando um amigo deixa de ser amigo? Quando induz ao erro, ao mal e à queda.

Obviamente faltou a Amnom sabedoria para ver que o conselho de Jonadabe, fazia dele mais um inimigo que um amigo. Se Jonadabe fosse amigo não o teria induzido ao erro, mas tentaria de todos os meios afastar Amnom desse caminho que certamente lhe traria más e graves conseqüências. Que grande amigo foi Jonadabe... Com sua sagacidade induziu o fraco e impuro Amnom ao erro e à destruição.

Infelizmente muitos há que desprezam os bons conselheiros e os verdadeiros amigos, e seguem os maus conselhos que provém dos inimigos disfarçados. Muito cuidado! Jamais troque os conselhos e orientações de Deus por qualquer outra coisa. Jesus é o amigo de todas as horas.
 

Que você possa saber escolher bem os seus amigos, sem jamais tropeçar.

Sejamos os bons amigos, que induzem e orientam os outros ao bom caminho que é Jesus. 

Uma ótima semana, com muita saúde e paz, na graça de Deus.

S.D.G.


Material de apoio:
Bíblia Vida Nova
Bíblia de Estudo de Genebra.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL