JESUS, O INTÉRPRETE DE DEUS

“Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem O revelou.” João 1:18.

O Filho de Deus vestiu-Se de pele humana. Em Jesus o mistério da encarnação trouxe Deus para dentro da nossa história. Jesus é o intérprete de Deus, o Verbo de Deus. Ele e o Pai são Um. Quem vê Jesus, vê o Pai. João escreve: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (Jo 1:1). 


Disse mais: “Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem O revelou” (Jo 1.18). Jesus é o intérprete de Deus porque possui os mesmos atributos do Pai.

O Verbo é antes do início. Ele é o Pai da eternidade. Todas as coisas vieram a existir por intermédio dEle. O Verbo de Deus é eterno. Ele está fora do tempo e além do tempo. Ele possui não apenas o atributo de eternidade, mas também de onipotência, pois foi o agente da criação. Ele criou o insondável universo com bilhões de estrelas. Aquela criança deitada na manjedoura em Belém é o maior mistério da história, a própria encarnação da divindade. Jesus é Deus entre nós. É o Emanuel!

Oremos
É maravilhoso saber, ó Deus, que vieste habitar entre nós na pessoa de Jesus Cristo. O Senhor veio a mim, não o contrário. Isso é prova do Teu grande amor pelo mundo. Em Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL