A PALAVRA DO MESTRE - EU QUERIA QUE FOSSE DIFERENTE!

Por: Rev. Nelson França

Quantas vezes já ouvimos ou pronunciamos esta frase. Talvez, agora mesmo ela esteja bem viva, gritando bem alto em nossa mente.

Com certeza é triste vivermos isto, e, provavelmente não nos sirva de consolo, mas, é certo que todos os homens vivem pelo menos uma situação que desejavam que fosse diferente.

Lidar com isto não é simples. Muitos vivem contrariados, revoltados, pelo fato de que há coisas em sua vida que não lhe são aceitáveis.

Diante desse tipo de situação, existem algumas possibilidades que podem nos aliviar. Ocorre que por vezes tenhamos optado por caminhos que não nos facilitam, antes, tornam tudo ainda mais difícil.

A primeira opção para aliviar, pode ser o esforço para alterar o quadro em que estamos. Muitos gostariam que “fosse diferente”, e até pode mesmo ser diferente, mas não fazem nenhuma força para mudar.

Muitas situações podiam ser alteradas para melhor, se nos dispuséssemos a investir, planejar soluções, procurar caminhos novos.

A segunda opção é observar com muito critério e bom senso, se de fato seria melhor que fosse diferente. Muitos em busca do “ótimo” abandonaram o “bom”; outros tantos que saíram à procura do “diferente”, que na sua visão seria o melhor, trocaram a frase “Eu queria que fosse diferente”, para outra bem conhecida: “Eu era feliz e não sabia”.

A terceira opção, provavelmente a mais difícil, é aceitar as coisas como estão. Há realmente situações que não há nada a fazer, senão aceitar. Mas, mesmo assim, a partir do momento que nos dispomos a aceitá-las, podemos nos surpreender com o alívio que recebemos.

Quarta opção, lembrar que nos contextos adversos podemos extrair preciosas lições, jamais oferecidas no ambiente confortável.

Finalmente, não se esqueça, só passamos ou vivemos situações; sejam estas boas ou não aos nossos olhos, sob a permissão de Deus. E, lembre-se ainda, que, mesmo Jesus, na sua humanidade, desejou que algo fosse diferente; que determinado cálice fosse afastado dEle. 


"E, indo um pouco mais para diante, prostrou-Se sobre o Seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de Mim este cálice; todavia, não seja como Eu quero, mas como Tu queres." Mateus 26:39.

Que Deus em Sua infinita graça fortaleça seus filhos, mais e mais.

O Rev. Nelson é pastor da IPB de Praia Grande  / SP.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL