ESPÍRITO QUE INSPIRA

“(...) falando entre vós com Salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor, com hinos e cânticos espirituais.” 
Efésios 5:19.

O louvor é resultado da plenitude do Espírito Santo. O Apóstolo Paulo ainda diz que um crente cheio do Espírito Santo tem comunhão com Deus e com o próximo. Ele fala entre os irmãos com Salmos e louva de coração ao Senhor.

Sua boca é uma fonte de bênção para o irmão e uma fonte de louvor a Deus. Jesus disse: “Porque a boca fala do que está cheio o coração” (Mt 12:34). O louvor não é causa, mas consequência de uma vida cheia do Espírito. Não importa o quanto nossos lábios estejam cheios de música, nosso coração só estará cheio de adoração se estivermos cheios do Espírito. Nem sempre onde há música há adoração.

Deus escuta os sons que emanam da alma e não apenas a melodia dos nossos instrumentos (Am 5:21-23). Ele se agrada da canção sincera que brota do coração, pois Ele busca a verdade no íntimo. Não podemos melhorar a qualidade da música na Igreja apenas com técnicas musicais, precisamos de adoradores cheios do Espírito Santo.

Ore
Senhor, enche o meu coração de júbilo e inspira em minha alma canções de louvor. Aceita a gratidão de meus lábios, pois Tu És a razão da alegria que há em mim. Por Cristo, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT