PROPÓSITOS DA REGENERAÇÃO - PARTE 2 - REGENERADOS PARA UMA HERANÇA

Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
3ª IPB de Barretos / SP - EBD 11,18 e 25.04.10

Texto básico: 1 PEDRO 1:3-5
3   Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,
4   para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros
5   que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo.


EXÓRDIO / INTRODUÇÃO
Todos nós já viajamos, de férias ou a trabalho, viagem longa ou curta, todos já viajaram. Diferenças a parte, o que toda viagem tem em comum é que sempre há um ponto de partida e um ponto de chegada... E se encararmos a vida como uma viagem? Todos estamos viajando, porém nem todos sabem qual é o seu ponto de chegada, para onde estão indo.

Essa viagem da vida só tem dois pontos de chegada: Céu ou inferno.
No texto lido aprendemos que Deus tem como nos proporcionar um excelente ponto de chegada, não importa em que situação em que estamos no momento, Ele pode nos dar um ponto de chegada maravilhoso nos Céus.

No texto lido encontramos dois propósitos da nossa regeneração, por que Deus nos regenerou, o que ele tem em Seu coração quando salva um pecador: dar uma HERANÇA eterna através da SALVAÇÃO. (Ver: João 14:1-3).
EXPLICAÇÃO
As epístolas de Pedro foram escritas as igrejas que estavam na chamada “dispersão” (1:1), irmãos que foram espalhados pela Ásia e estavam vivendo uma situação de provação e sofrimento (1:6,7; 4:12; 5:8). Pedro inspirado pelo Espírito Santo inicia sua carta falando sobre algo que eles jamais deveriam perder de vista: os propósitos de Deus para eles, porque eles foram regenerados, transformados e salvos.
Dicionário Aurélio: REGENERAR = tornar a gerar, reproduzir o que estava destruído, reorganizar, corrigir moralmente, formar-se de novo, emendar-se, corrigir-se, reformar-se.

ARGUMENTAÇÃO / DIVISÕES

1 – REGENERADOS PARA UMA HERANÇA – VS. 4
Pedro escreve àqueles irmãos que eles tinham esperança, uma herança reservada pelo Senhor nos céus. Uma herança eterna pela qual valia a pena suportar com paciência e fé todas as provações que eles passavam.
O apóstolo Pedro lhes afirma três verdades acerca dessa herança maravilhosa que tem tudo a ver conosco. É uma HERANÇA:

1.1 – INCORRUPTÍVEL - lá não existe corrosão, ferrugem, doença.
Jesus em Mt 6:19,20 nos conclama: “Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.” Alguma semelhança com o texto de Pedro? Toda semelhança, pois é isso que significa a palavra incorruptível. Essa herança existe, é real, e já nos foi conquistada por Cristo e nós a recebemos no momento em que fomos convertidos pelo Senhor. Semelhantemente precisamos viver de modo digno da nossa herança, em santidade e temor a Deus. Não devemos nos apegar às coisas materiais mas olhar sempre para os céus onde Cristo habita.

1.2 – IMACULADA - incontaminável, lá não existe mácula, malícia, pecado, maldade.
“Jesus, porém, vendo isto, indignou-se, e disse-lhes: Deixai vir os meninos a mim, e não os impeçais; porque dos tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como menino, de maneira nenhuma entrará nele.” Marcos 10:14,15.
O Senhor Jesus disse que se não formos semelhantes às crianças jamais entraremos no Reino Celestial. Uma das qualidades de uma criança é a sua pureza, sua ausência de malícia e maldade. Por isso que Ele disse que “dos tais é o reino de Deus”. Assim como as crianças é a nossa herança. E quanto a nós, devemos nos amoldar a esse padrão de comportamento, pois se tivermos essa esperança devemos andar assim como Ele andou. A malícia e o pecado podem nos afastar da comunhão com Deus. Como temos agido no mundo em que vivemos?

1.3 – IMARCESCÍVEL - que não pode murchar, não envelhece, não perde o seu valor com o tempo. Diferentemente da vida aqui na Terra, lá no Céu não existe tempo, lá é um lugar “a-temporal”, lá vive-se a dimensão da eternidade e por isso lá as coisas não envelhecem. Aqui tudo é passageiro e perecível, as coisas – casas, roupas, carros, a própria vida humana – perdem seu valor e seu brilho rapidamente. Mas a nossa herança celestial é imune aos efeitos destruidores do tempo, pois ela é IMARCESCÍVEL.

E quanto a nós? Será que temos preservado a nossa comunhão com Deus dessa mesma maneira? Ou será que com o passar do tempo a nossa comunhão com Deus tem murchado, envelhecido? Para que isso não aconteça nunca devemos estar sempre buscando a comunhão íntima com o Pai celestial.

Vivemos na convicção de que quando o Senhor nos chamar para a Sua glória, iremos viver a INFINITAMENTE melhor parte de nossas vidas: A ETERNIDADE. Lá veremos e viveremos fisicamente com Jesus, com os patriarcas da fé Abraão, Isaque e Jacó, e todos os apóstolos e todos os crentes que viveram antes de nós. Lá veremos as criaturas celestiais: serafins, querubins, anjos e arcanjos de Deus. Lá teremos uma morada eterna que Jesus foi-nos preparar (João 14:1-3). Glórias a Deus!

Muitos hoje pregam uma certa doutrina da prosperidade que tem trazido grande confusão pois afirmam que aqui na terra não podemos aceitar dor, sofrimento e privação, mas não é isso que a Bíblia ensina, pelo contrário, o Senhor nos alertou que nesse mundo teríamos aflições – João 16:33. Pedro não nega isso em momento algum, tampouco lhes diz que eles estivessem com falta de fé ou em pecado, mas lhe fala da herança reservada nos Céus. Devemos viver assim também, com nossos olhos fitos nos Céus, olhando firmemente para o Autor e consumador de nossa fé, Jesus Cristo.

CONCLUSÃO
Concluímos que:
1 – O crente não vive sem esperança, por pior que seja a situação nós temos uma VIVA ESPERANÇA, seu nome é JESUS. Vivamos com os olhos fixos nEle e não em nós mesmos ou no mundo, nos problemas ou circunstâncias. Hebreus 12:2 “Olhando firmemente para o Autor e consumador de nossa fé”.

2 – Tudo que o mundo possa nos oferecer - prazeres, bens, riquezas, etc. - não faz frente à nossa herança celestial. Coloquemos, portanto, o nosso coração nessa HERANÇA eterna. Num mundo tão materialista mais que nunca necessitamos nos identificar com nossa herança eterna, acreditar nela, amá-la e aguardá-la pacientemente. Hebreus 4:11 “Procuremos,  pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência”.

3 – A nossa SALVAÇÃO precisa ser desenvolvida, guardada e confirmada. Talvez estejamos no vale de lágrimas, talvez não entendamos todos os “POR QUÊS” da vida, mas é nessas situações que vamos ter confirmada nossa salvação através de nossa fidelidade e temor a Deus. Busquemos a cada dia essa confirmação, vivamos com essa alegria em nossos corações (2 Pedro 1:10,11).

SDG!!!

Material de apoio:
ABA – A Bíblia Anotada
BEG – Bíblia de Estudo de Genebra
PEB – Pequena Enciclopédia Bíblica.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT