A AMIZADE AOS OLHOS DE DEUS


“O homem que tem muitos amigos sai perdendo; mas há amigo mais chegado do que um irmão.” Provérbios 18:24.

Amigos ou colegas? Essa é uma definição importante de se fazer, visto que nem sempre se tem amigos de verdade, e dependendo da amizade, pode haver diversas intensidades, ou graus, amigos mais chegados do que outros. O que significa a palavra “amigo”? Amigo é aquele que ama, que demonstra afeto, amizade, companheiro, camarada. “Amizade” é sentimento de grande afeição, simpatia, apreço entre pessoas ou entidades. (Google dicionários). Amizade é um “sentimento que afeiçoa, ou liga pessoas” (PEB). Na maioria das vezes o que se tem são conhecidos, ou colegas, pois amigo é diferente, amigo é coisa rara. Amizade é amor, amor puro e sem interesses, o amor de amigo pode ser mais forte que amor de irmãos (Pv 18:24). Você tem amigos? Você é amigo das pessoas? Onde estão os seus amigos? Quem é o seu maior amigo? Vamos pensar sobre isso nesse estudo, buscando respostas e conhecimento a respeito.

Deus nos fala muito sobre esse assunto na Bíblia: Jesus é o nosso amigo de todas as horas, devemos ser amigos uns dos outros, amigo ajuda, ora junto, ri e chora junto. Falar da salvação é a maior prova de amizade verdadeira (Pv 17:17). A amizade entre irmãos fortalece a fé, e a fé nutre a amizade. Infelizmente muitos crentes tem mais amigos, ou de amizade mais intensa, fora da Igreja, no mundo. Será que isso é uma boa? Como lidar com isso?

Não fique triste se você tem poucos amigos, a amizade para ser verdadeira, precisa ser abençoada por Deus, por isso procure fazer amigos com os verdadeiros filhos de Deus (2 Co 6:14-15). Ter muitos amigos não é bom sinal (Pv 18:24), e a maior insensatez é colocar qualquer pessoa num nível de amizade mais elevado do que a amizade de Deus. Amigo mesmo não deixa de ser nosso amigo porque somos filhos de Deus.

1 – A amizade tem que ser verdadeira (Pv 17:17). Do contrário não é amizade, no sentido literal da palavra, mas uma falsa amizade. Já nos acostumamos com falsos amigos? Temos sido falsos amigos? Nosso exemplo de amizade real e verdadeira é Jesus, o nosso verdadeiro Amigo (Jo 15:13-15, enfatizaremos mais acerca do Mestre no item 5). E nós, somos amigos verdadeiros dEle? Somos amigos verdadeiros uns dos outros? Não se brinca de ser amigo, ou você é ou não é, mas existem muitos falsos amigos, más amizades e más influências (Sl 1:1-2; Pv 12:26; 13:20; 22:24-25; 24:1; 1 Co 15:33; 2 Tm 2:22). Os amigos de perversos se tornam perversos, por isso o crente seleciona os seus amigos, e sabe que os que não seguem o padrão bíblico de conduta não servem para ser seus amigos (Tg 4:4a). Podem ser conhecidos, colegas de trabalho, escola, faculdade, etc., mas os nossos amigos verdadeiros estão entre em nossos familiares e entre os verdadeiros filhos de Deus (Sl 55:13; 119:63; Pv 19:4). A maior prova de amizade que um crente pode demonstrar é tentar salvar os seus amigos levando a eles o Evangelho, pois amigo é aquele que se arrisca para salvar o outro (Jo 15:13; 1 Jo 3:16). Porém, é nesse momento que muitos deixarão de ser amigos do crente, pois o crente será aquele que anda na luz, e luz e trevas não coadunam, não podem ter comunhão, amizade (2 Co 6:14-15). O crente é aquele que anda com um holofote nas mãos, a Bíblia! E a Bíblia revela toda sujeira, vergonha e condenação do pecado. Por isso que os filhos das trevas não se aproximam dos filhos da Luz, e vice-versa.

2 – É perigoso querer ter muitos amigos (Pv 18:24). Eis aí uma grande armadilha, visto que todos sentimos necessidade de termos amigos. Porém, nem sempre os encontramos, e podemos passar um tempo quase que isolados. Jesus não teve muitos amigos, pois até entre os discípulos tinha um Judas (Mt 26:24-25; Mc 14:45). Além disso, os demais discípulos num primeiro momento não eram grandes amigos dEle (Jo 16:32). Depois, cremos que eles amadureceram e cresceram na fé, mas no momento mais difícil todos O abandonaram (Mc 14:50). Quem quer ter muitos amigos acaba se machucando e pode até se afastar de Deus, pois será tentado a abrir mão de coisas que jamais se deve abandonar. Na vida cristã aprendemos a saber lidar até com inimigos (Mt 5:44), nos portamos como amigos de inimigos, e não inimigos deles, ao lhes anunciar o Caminho da salvação. Quando um amigo seu errar, não se torne inimigo dele revidando mal por mal, continue sendo amigo e prove que você é filho (a) de Deus.

A manutenção da amizade. Algumas coisas podem ser feitas para manter a chama acesa. 
Sempre pronto para ajudar (Lc 11:5) e perdoar (Mt 18:33).
Depende de uma boa comunicação, muito cuidado com o você fala das pessoas, a fofoca e a difamação pode destruir amizades (Pv 16:28).
Não falar dos problemas alheios, isso é sinal de amizade (Pv 17:9; 18:21).
A amizade precisa resistir às intempéries da vida (Pv 25:21-22).

3 – Estime os velhos amigos (Pv 18:24b). Amigos são joias preciosas, precisam ser guardados em um cofre chamado coração. Não deixamos coisas valiosa jogados em qualquer lugar, porque faríamos isso com os nossos amigos? Valorize os amigos, especialmente os amigos de longa data, amigos que são imperfeitos, é verdade, mas sinceros e valiosos para nossa vida (Pv 27:5-6,10). O amor entre irmãos é o que reflete a verdadeira amizade (Rm 12:10). Sejamos verdadeiros amigos uns dos outros, não amigos do mundo e inimigos uns dos outros (Tg 4:1-4). Não apenas ouvintes, mas verdadeiros praticantes da Palavra de Deus (Fp 2:3-4; Tg 1:22). Essa amizade provém do respeito e temor que se tem a Deus, do contrário essa amizade não teria resistido. O que a sustenta a verdadeira amizade é o amor que vem de Deus (Is 41:6).

4 – É bom e até necessário ter amigos (Ec 4:9-11). O amigo que ajuda o outro até aquecendo-o no frio, e esse frio pode ser na alma, no coração, na hora da dor, da perda e da necessidade. Hoje em dia há muita maldade e falsidade, até entre irmãos. Amizades virtuais (5.000 amigos no Facebook), superficiais e artificiais. Todo cuidado é pouco, é bom investir em verdadeiros amigos, porque uma hora você vai precisar. Invista em oração, amor e aconselhamento bíblico. O verdadeiro amigo não fica quieto ao ver o outro caminhar rumo à morte e destruição, mas fala, exorta, chama e até repreende. Não há como vivermos sós, isolados, quem se propõe a viver assim sofre muito. Há pessoas que são semelhantes ao porco espinho, ou cactos, só de chegar perto já espeta a mão. Desarme-se! Mas o que se esforça por ter muitos amigos, e até abre mão de seus princípios de fé, sofre muito mais (Pv 18:24). É preciso ter equilíbrio e oração em tudo, até na questão das amizades Deus tem que estar acima de tudo (Mt 6:33). Nem sempre depende de nós, mas a Palavra é inegociável (Rm 12:18). Abaixo listei alguns exemplos bíblicos de amizade sincera.

Rute e Noemi, uma amizade indestrutível (Rt 1:14-17).
Jonatas e Davi, grandes amigos também sofrem conosco (1 Sm 18:3ss).
João era amigo de Jesus (Jo 19:25-27).

5 – Deus é o nosso melhor amigo (Jo 15:13-15). Fico pensando como Deus vê a nossa dor pela falta ou perda de amigos, quando Ele é o nosso grande e fiel amigo, amigo de todas as horas que nunca nos trai nem abandona (Jo 3:16). Amizade verdadeira é firmada no amor, e é inquestionável o fato de que Deus nos ama (Rm 5:8). Quando reconhecemos a amizade de Deus, passamos a ser amigos dEle, correspondendo com essa amizade real. Ser amigo de Deus é mais do que Deus ser nosso amigo, é resposta de fé. Isso é o que chamamos de COMUNHÃO COM DEUS. Deus quer ter comunhão com Seus filhos, mas nós também precisamos querer ter e desfrutar dessa comunhão com Ele, nos esforçando por nos mantermos nessa esfera. Deus é invisível, crer nEle, amá-Lo e ser amigo dEle é um ato de fé. Essa é diferença entre os crentes verdadeiros e os falsos, ou imaturos, inseguros e incertos. Estes textos mostram que Deus Se expressa claramente a respeito: Gn 3:8; Ex 29:45; Mt 18:20; Jo 17:20-23; Rm 5:1-2; 1 Co 1:9; 3:16; 12:12; 2 Co 5:17-19; 6:16; 13:14; Hb 10:22; Tg 4:7-8; 1 Jo 1:3; 2:28; 3:24; 4:7,13; 5:20; Ap 3:20; 21:3). 

Existem pelo menos cinco condições para sermos verdadeiros amigos de Deus

1. Nascer de novo, conversão – Jo 1:12; 3:1-21, 36.
2. Confiar em Deus – Sl 23:4; 37:5; 125:1-2; Pv 2:6; 3:1-6. 
3. Submeter-se a Deus – Gn 50:20; Sl 23:3; Pv 3:6; Mt 6:33; Hb 12:14.
4. Adorar a Deus com seus bens – Gn 14:18-20; 28:20-22; Pv 3:9-10; Ml 3:10; Mt 23:23.
5. Ter disciplina – Pv 3:12; Am 3:3; Hb 12:7-14; 1 Jo 1:1-3,7.

Alguns amigos de Deus na Bíblia

Amigos andam junto, o que dizer de Enoque? (Gn 5:24).
Abraão teve o privilégio de ser chamado “amigo de Deus”, suas imperfeições não o impediram de obedecer a Deus, andar com Ele, e buscar a perfeição (Gn 17:1-2; Tg 2:23).
Jó conhecia Deus “de ouvir falar”, mas depois de duras provas foi aprovado e pôde dizer que conhecia a Deus de andar com Ele, e O via em sua própria vida (Jo 19:25; 42:5).
Davi errou, mas era amigo de Deus, o homem segundo o coração de Deus, por isso se arrependeu e abandonou o erro (1 Sm 13:14; At 13:22).
Paulo o Apóstolo demonstrou esse afeto santo por Deus, e mesmo em meio à mais duras provas, não deixou de crer nEle e amá-Lo (2 Co 11:16-12:10; 1 Tm 1:12).
O que dizer de Estevão, Pedro, João, Moisés, Noé, José, etc.? Falta-nos tempo e espaço aqui. Seja amigo (a) de Deus e esfrute dessa comunhão com Deus na leitura da Bíblia.

A fé está ligada diretamente à comunhão com Deus, pois sem fé não se anda com Deus, sem fé não há como agradar a Deus e ser amigo dEle (Hb 12:14). Estamos dispostos a ser verdadeiros amigos de Deus?

“Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos Seus amigos. Vós sois Meus amigos, se fazeis o que Eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu Senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de Meu Pai vos tenho dado a conhecer.” João 15:13-15.

CONCLUSÃO

Muitas amizades são falsas, descartáveis, virtuais, superficiais e supérfluas. Não se prenda a isso, busque ter amigos verdadeiros, e seja também um amigo de verdade! Jesus É o nosso verdadeiro Amigo, mas nós também precisamos ser amigos dEle e amigos uns dos outros. Ele nos ama e nos honra, É nosso amigo de todas as horas, nos deu Sua Palavra, promessas, e oferece de graça a vida eterna (Jo 3:16). Ele É o nosso modelo de amizade e amor em perfeição. 
Podemos ter muitos amigos humanos, que apesar de imperfeitos, nos ensinam que a amizade com Deus pode ser desenvolvida e desfrutada por todos os que creem nEle. Esses são aqueles que poderão ser grandes e verdadeiros amigos nossos, pois sendo verdadeiros amigos de Deus, seremos verdadeiros amigos uns dos outros.

Por: Jane Alves, SAF Cotia (ampliado).
IPB de Brasilândia, culto SAF 23/04/16.

Material de apoio:
Google dicionários
PEB – Pequena Enciclopédia Bíblica.

SOLI DEO GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT