A VERDADE QUE LIBERTA (2) CONHECENDO A VERDADE


“E conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará.” João 8:32.

Relembrando, no contexto de João havia um movimento filosófico chamado GNOSTICISMO, certamente composto por pessoas que buscavam “uma” verdade para si. Esse era um “movimento sincretista religioso-filosófico da Antiguidade que pretendia salvar o homem por meio de um conhecimento especial. O gnosticismo penetrou o cristianismo, absorvendo várias de suas doutrinas, rejeitando outras. Constituiu diversas seitas heréticas, que representaram séria ameaça à ortodoxia nos séculos II e III.” (Dicionário Michaelis).

Conhecer a verdade é sustentar o ensino de Cristo, que é a Verdade (Jo 14:6). 

"Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim." João 14:6.

Tal atitude conduz a pessoa à Verdade, que torna tal pessoa livre da escravidão do pecado. A salvação não é obtida por meio do mero conhecimento intelectual, como imaginavam os gnósticos, mas por meio de um relacionamento vital com Jesus Cristo, e do compromisso com a verdade que Ele revelou (Jo 18:37). (BEG).

"Então, lhe disse Pilatos: Logo, tu és rei? Respondeu Jesus: Tu dizes que sou rei. Eu para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz." João 18:37.


ARGUMENTAÇÃO
Na primeira mensagem dessa série vimos que a Verdade absoluta da Palavra de Deus é real e que podemos confiar plenamente nela. O que é a Verdade?
A Verdade é a Palavra de Deus
A Verdade é pessoal – Jesus é a Verdade
A Verdade é relacional
A Verdade surte efeitos.

Dando prosseguimento falaremos hoje acerca do conhecimento da verdade, pois Jesus disse: “Conhecereis a Verdade”. 

A pergunta que se faz é: você conhece a verdade?
Você deseja conhecer mais e mais essa Verdade?

Uma coisa é pensar que se conhece algo, e outra coisa bem diferente é conhecer de fato. O conhecimento real da Verdade divina passa por alguns estágios fundamentais, biblicamente falando. Necessitamos mais que nunca firmar nossas convicções na Palavra de Deus, pois a Igreja passa por uma crise das mais terríveis de sua história, que é justamente o desconhecimento da Verdade.

O conhecimento da Verdade passa por algumas etapas primordiais.

1 – PREGAÇÃO / ANÚNCIO
A ordem de Cristo é o que move a Igreja em direção ao mundo. Um mundo que pensa que conhece a Verdade – Jesus, mas não O conhece de acordo com as Sagradas Letras. Mas todos nós que fomos alcançados pela Verdade, somente fomos alcançados porque alguém anunciou o Evangelho para nós.

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.” Mc 16:15.

“Como, porém, invocarão aquEle em Quem não creram? E como crerão naquEle de Quem nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!” Romanos 10:14-15.

“E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela Palavra de Cristo.” Rm 10:17.

2 – FÉ / CONVERSÃO / BATISMO E PROFISSÃO DE FÉ
Ao ouvirmos a mensagem fomos tocados por Deus de tal maneira, sobrenaturalmente, que passamos a crer nessa mensagem, a Verdade! Como já lemos hoje em Ef 2:8, “a fé é um dom de Deus”; dom = presente. E esse dom / presente, nos é dado gratuitamente pela graça de Deus. Graça = favor imerecido.

Fé é atitude de vida, comportamento e decisão.

“Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado.” Mc 16:16.

“Quem creu em nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do SENHOR?” Is 53:1.

"Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus" Mateus 10:32.

2.1 – ARREPENDIMENTO
Este é dos efeitos do conhecimento da Verdade. Fruto da fé, o arrependimento é o sinal visível de que algo aconteceu no coração daquele que foi alcançado pela Verdade. O arrependimento dos nossos pecados nos leva diretamente para os braços amoroso de Cristo que nos perdoa e nos transforma. Arrependimento = metanóia = transformação.

“Metanóia é uma palavra de origem grega (μετάνοια , metanoia) e significa arrependimento, conversão (tanto espiritual, bem como intelectual), mudança de direção e mudança de mente; mudança de atitudes, temperamentos; caráter trabalhado e evoluído.” (Wikipédia).

Ainda como sinal da legítima conversão, o novo nascido na fé deseja ser batizado e confessar a sua fé publicamente, ser membro da Igreja local e participar da comunhão do Corpo de Cristo. Ele se esforçará por isso, como a criança recém-nascida deseja o leite materno ele desejará alimentar-se da verdade.

“Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” João 3:3.

"Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século." Mateus 28:19-20.

3 – SANTIFICAÇÃO / CRESCIMENTO
Esse é um nível de conhecimento pelo qual passamos a maior parte da nossa vida espiritual. É aqui que muitos se destacam com um crescimento maravilhoso e desenvoltura na obra de Deus. Mas é também nesse estágio que muitos fracassam. A grande crise pela qual a Igreja no mundo todo passa atualmente, se dá justamente pela falta do crescimento no conhecimento de Deus. A santificação é essencial na vida do crente, sem ela ninguém verá o Senhor, seja aqui na Terra como no Céu (Hb 12:14). Sem santificação não há fruto, a vida se torna um deserto espiritual, os relacionamentos se desgastam, o mundo se torna atraente, o diabo engana, o crente se enfraquece, tropeça e cai. A santificação nos levará, por exemplo, a buscar separar um tempo especial para o Senhor em nosso dia a dia. A santificação nos impulsionará à prática dos mandamentos. A santificação nos atrairá às Escrituras, onde reside a fonte de toda a Verdade.

“Respondeu-lhes Jesus: Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus.” Mateus 22:29.

“Pois, com efeito, quando devíeis ser mestres, atendendo ao tempo decorrido, tendes, novamente, necessidade de alguém que vos ensine, de novo, quais são os princípios elementares dos oráculos de Deus; assim, vos tornastes como necessitados de leite e não de alimento sólido. Ora, todo aquele que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, porque é criança. Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para discernir não somente o bem, mas também o mal.” Hebreus 5:12-14.

“Se vós permanecerdes na Minha Palavra, sois verdadeiramente Meus discípulos. E conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará.” João 8:31-32.

4 – GLORIFICAÇÃO / VIDA ETERNA
Após uma vida pautada pela busca do crescimento espiritual através do conhecimento da Verdade, após o cumprimento da missão para a qual fomos chamados, testemunhando e vivenciando o Evangelho, chega então o momento de uma super-promoção, o momento em que os servos de Deus adentrarão as moradas eternas e receberão de Deus o conhecimento máximo da Verdade. Naquele dia, isentos do pecado e de seus malefícios, revestidos pela glória do Pai, contemplaremos o Senhor e O conheceremos nitidamente.

“Bem-aventurados os limpos de coração, porque verão a Deus.” Mateus 5:8.
“E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na Sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito.” 2 Coríntios 3:18.
“Amados, agora, somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que haveremos de ser. Sabemos que, quando Ele se manifestar, seremos semelhantes a Ele, porque haveremos de vê-Lo como Ele é.” 1 João 3:2.
“Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.” 1 Coríntios 13:9-10.

CONCLUSÃO
“Multidões, multidões no Vale da Decisão! Porque o Dia do SENHOR está perto, no Vale da Decisão.” Joel 3:14.

Naquele dia somente os que conheceram a Verdade serão elevados ao Céu. Os que rejeitaram a Verdade em seus corações serão julgados. 

Que você não fique “em cima do muro”, indeciso (a), sem tomar uma atitude, mas que volte o seu coração para Deus, e busque conhecer de fato a Verdade (Jesus) através de todos os passos que foram ensinados hoje.

A promessa é fiel: “A VERDADE VOS LIBERTARÁ”.


Material de apoio:
ABA – A Bíblia Anotaa
BEG – Bíblia de Estudo de Genebra
Dicionário Michaelis.
Wikipedia.

Pr. Paulo Sergio Visotcky da Silva
IPB de Brasilândia – S.Paulo / SP
Culto matutino 08/11/15.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT