O PASTOR JESUS E SUAS OVELHAS



“Jesus passeava no templo, no Pórtico de Salomão. Rodearam-No, pois, os judeus e O interpelaram: Até quando nos deixarás a mente em suspenso? Se Tu És o Cristo, dize-o francamente. Respondeu-lhes Jesus: Já vo-lo disse, e não credes. As obras que Eu faço em nome de Meu Pai testificam a Meu respeito. Mas vós não credes, porque não sois das Minhas ovelhas. As Minhas ovelhas ouvem a Minha voz; Eu as conheço, e elas Me seguem. Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da Minha mão. Aquilo que Meu Pai Me deu é maior do que tudo; e da mão do Pai ninguém pode arrebatar.” João 10:23-29. 


Uma das figuras mais fortes usada para definir o ministério do Senhor Jesus e Sua Igreja é a figura do Pastor das ovelhas e Seu rebanho; Ele É o Pastor e nós as ovelhas. Essa figura é apresentada não só no NT, como nesse texto de João 10 e outros, mas já era usada no AT para falar do Senhor como o Deus que cuida, apascenta, o Seu povo (Sl 23). Essa mentalidade estava presente na vida e no coração do povo judeu, que conhecia a Palavra de Deus e essa tão importante figura bíblica. Portanto, todo judeu se considerava uma ovelha de Deus simplesmente por ser judeu de nascença. Mas o Senhor mostra aqui, respondendo a indagação dos judeus, que havia um diferencial entre as ovelhas e as “não ovelhas”. A genética não seria o fator determinante na distinção desse povo. Aqui o Senhor Jesus fala acerca da identidade das verdadeiras ovelhas.

Mas em sua resposta aos judeus, que questionavam se Ele era de fato o Cristo, o Senhor Jesus também fala acerca da Sua identidade, como o Pastor das ovelhas. É sobre esse tema que iremos refletir nessa mensagem, onde enfatizaremos A IDENTIDADE DE JESUS CRISTO.


EXPLICAÇÃO

A questão levantada pelos judeus consistia na dúvida se Jesus era ou não o Cristo (Jesus Cristo = Salvador Ungido). Essa questão da identidade é tão premente que foi abordada diversas vezes durante o ministério do Senhor Jesus, e foi levantada novamente no Seu julgamento, quando o sumo sacerdote considerou a resposta de Jesus como blasfêmia (Mt 26:63-65) condenando-O à morte.

Na verdade, essa dúvida quanto à identidade do Senhor Jesus, ainda é o que permeia a mente do povo judeu, e também paira na mente de todos os incrédulos declarados e ocultos, haja visto que muitos O confessam com os lábios mas O negam nos corações. O alerta de Deus também encontra-se em
“Tendo forma de piedade, negando-Lhe, entretanto, o poder. Foge também destes.” 2 Timóteo 3:5.

ARGUMENTAÇÃO

A grande questão apresentada aqui, então, é quanto à identidade de Jesus. Ele responde a indagação dos judeus expondo provas de que Ele É o Cristo, o Sumo Pastor das ovelhas de Deus, que veremos nessa mensagem.

Note que essas provas tem a ver com o que a relação das ovelhas com Ele. Por isso que Ele disse aos judeus que eles não acreditavam nele, e por isso não eram suas ovelhas (vs.26), apesar das obras que Ele realizava e que testificavam que a Seu respeito.

1 – O QUE FAZEM AS OVELHAS DE CRISTO
“As Minhas ovelhas ouvem a Minha voz; Eu as conheço, e elas Me seguem.” João 10:27.

1.1 – OUVEM A VOZ DE JESUS
“As Minhas ovelhas ouvem a Minha voz” (vs.27a)

Ele fala com Suas ovelhas, e Suas ovelhas ouvem a Sua voz. Aqueles homens não ouviam a voz de Jesus porque eles não eram ovelhas de Jesus, e por isso eles O mataram. Jesus ressuscitou, Ele está vivo hoje e pode se comunicar (E SE COMUNICA) conosco, o seu rebanho. Podemos ouvir a Sua voz em nossos corações todos os dias, todas as horas, nos momentos alegres e difíceis, nos momentos de riso e alegria, e também nos momentos de pranto e dor. Para ouvirmos a voz de Jesus, necessário é que tenhamos comunhão com Ele através da oração, da leitura e da reflexão na Bíblia Sagrada (a Sua Palavra), com santidade e temor em nossos corações, porque esse é o canal através do qual Ele fala com Suas ovelhas: a Bíblia.

Para o crente essa verdade é de extrema grandeza, pois prova que o nosso Deus não está morto, inerte como são os ídolos, mas Ele é um Deus vivo, presente e atuante, ELE É UM DEUS QUE FALA!!! Você ouve Jesus falar contigo? Se a sua resposta for “não”, e se você deseja ouvi-Lo, busque-O de todo o seu coração através da oração e da leitura da Bíblia, santifique-se e frequente as reuniões e cultos com assiduidade, obedeça aos mandamentos, AME-O de todo o seu coração, peça a Deus ajudar-te a ouvir a Sua voz, e certamente você ouvirá Deus falar contigo. Esse é o diferencial entre as ovelhas de Cristo e aqueles que não são ovelhas.

“Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a Minha palavra e crê naquEle que Me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida.” João 5:24.

1.2 – SÃO CONHECIDAS POR JESUS
“Eu as conheço” (vs.27b)

Jesus conhece as Suas ovelhas de um modo singular, só Ele as conhece perfeitamente. Ele nos conhece melhor do que nossos familiares, nossa Igreja e nossos amigos; Ele nos conhece melhor do que nós mesmos nos conhecemos, pois o conhecimento que Ele tem de nós é perfeito; ELE NOS CONHECE DE UM MODO PERFEITO, e isso é maravilhoso!!! É reconfortante, para nós que cremos, sabermos que o Senhor conhece tudo que se passa conosco e em nós. Ele sempre está presente conosco, muitas vezes parece que até nos esquecemos que Ele está presente e que sabe o que se passa conosco; mas em todas as ocasiões, em todos os momentos de nossa existência, podemos crer e confiar que Ele nos conhece perfeitamente, conhece inclusive quais são as nossas necessidades, dificuldades e fraquezas, e tudo que se passa conosco.

JESUS NOS CONHECE assim porque Ele É ONISCIENTE! Ele sabe o que sentimos, sabe quando nos entristecemos e quando choramos, sabe quando necessitamos de algo e quando somos tentados. Ele sabe também dos nossos pecados, nosso temperamento e personalidade.

E apesar de nos conhecer tão bem, o Seu amor por nós não muda jamais, é perfeito, por isso Ele sempre nos ama e sempre quer nos abençoar.

“1 SENHOR, Tu me sondas e me conheces. 2 Sabes quando me assento e quando me levanto; de longe penetras os meus pensamentos. 3 Esquadrinhas o meu andar e o meu deitar e conheces todos os meus caminhos. 4 Ainda a palavra me não chegou à língua, e tu, SENHOR, já a conheces toda. 5 Tu me cercas por trás e por diante e sobre mim pões a mão. 6 Tal conhecimento é maravilhoso demais para mim: é sobremodo elevado, não o posso atingir.” Salmos 139:1-6

1.3 – AS OVELHAS DE JESUS SEGUEM JESUS
“Elas Me seguem” (vs.27c)

Ah como é bom seguir os passos de Jesus. Ao segui-Lo vamos conhecendo-O também, como Ele É. Não apenas somos conhecidos, mas aprendemos a conhecê-Lo. Seguir Jesus é o mais fascinante projeto de vida.
•    Porque O seguimos não nos perderemos, pois Ele nos guia mansamente;
•    Porque O seguimos temos segurança, Ele nos protege dos lobos vorazes;
•    Porque O seguimos temos paz, pois Ele É o Príncipe da Paz;
•    Porque O seguimos não tememos o mal, porque Ele venceu todo mal;
•    Porque O seguimos não temos fome, pois Ele nos leva aos pastos verdejantes;
•    Porque O seguimos não temos segue, pois Ele nos leva às águas tranquilas;
•    Porque O seguimos nosso sofrimento passará, pois Ele refrigera nossa alma
•    Porque O seguimos não ficamos confusos, pois Ele nos da orientação segura.

Não sei quais são os seus projetos e alvos na vida, mas coloque em sua vida, mente e coração o alvo de seguir Jesus, acima de tudo e tudo mais será abençoado por Ele. Ele mesmo disse: “Buscai em primeiro lugar o Seu Reino e a Sua justiça, e todas as outras coisas lhe serão acrescentadas” (Mt 6:33). E buscar o Reino de Deus e Sua justiça é que seguir Jesus.

Quantos estão perdidos nos caminhos da vida, sem Jesus, sem salvação, porque desistiram de segui-Lo. Mas hoje Ele te chama a segui-Lo com todas as suas forças, com forças renovadas nEle, com ânimo e encorajamento, pois Ele será contigo por onde quer que você ande, se você segui-Lo em seu coração.

Enquanto O seguem, as ovelhas O vão conhecendo-O mais e mais, crescendo em graça, sabedoria, perseverança, fé, louvor e serviço cristão.

2 – O QUE O PASTOR JESUS FAZ POR SUAS OVELHAS
“Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da Minha mão.” João 10:28.

2.1 – NOS CONCEDE A VIDA ETERNA
“Eu lhes dou a vida eterna” (vs.28a)

A salvação é o maior presente que alguém pode receber das mãos de Deus. Ao falar da vida eterna, o Senhor Jesus também expõe, implicitamente que existe a morte eterna. Esse é um tema recorrente em um tempo em que a degradação humana tem alcançado níveis jamais observados. Sempre se ouviu falar da maldade humana, porém parece que muitas coisas têm se tornado “normais” em nossos dias (revista EBD). O Evangelho é a revelação do amor e da ira de Deus.

Mas as ovelhas de Cristo foram livres da morte eterna, uma vez que Ele lhes concedeu a VIDA ETERNA. Esse é um tema extremamente rico e fascinante, pois um dia seremos transformados em nosso ser, adentraremos as moradas celestiais, e habitaremos para sempre com o Senhor. Nessa expectativa, a morte já não é mais um problema para nós, mas meio pelo qual o Senhor nos levará para a eternidade. Você está preparado (a) para enfrentar a morte?

Na VIDA ETERNA nós viveremos eternamente com Deus, mas a comunhão com Deus nos leva a uma vivência com o Eterno Deus desde já. Assim a eternidade nos é concedida através da comunhão com Deus, e podemos dizer que aqui e agora já estamos vivendo uma parte da eternidade.

2.2 – JAMAIS PERECEREMOS
“jamais perecerão” (vs.28b)

Ainda nessa visão da eternidade é que o Senhor afirma que jamais pereceremos, ou que jamais morreremos. O que Ele está falando de fato?

Existem três tipos de vida e morte: vida e morte física, espiritual e eterna.

Vida física – o coração batendo; morte física – o coração para de bater.
Vida espiritual – o homem com Deus; morte espiritual – o homem sem Deus.
Vida eterna – a eternidade com Deus; morte eterna – a eternidade sem Deus.

É nesse sentido que a Palavra de Deus nos afirma:

“Ele vos deu vida estando vós mortos em vossos delitos e pecados.” Efésios 2:1.

Estávamos mortos espiritualmente, até que Cristo veio habitar em nós, através do novo nascimento. Esse é o momento crucial, onde a vida que vem de Deus passa a habitar em nós, e deixamos de ser “zumbis espirituais” e passamos a viver a vida que vem de Deus.

“Jamais perecerão”, isto é não ficaremos separados de Deus na eternidade, semelhantes aos que serão condenados ao inferno, mas viveremos para sempre na presença dEle.

2.3 – NADA NOS SEPARARÁ DELE
“ninguém as arrebatará da Minha mão.” (vs.28c).

Ser ovelha de Cristo é viver sob os Seus cuidados. Ele, que nos conhece perfeitamente (vs.27), nos garante segurança total quando diz que ninguém, nenhum ser, poderá nos tirar de Suas mãos poderosas. Essa é a certeza do crente, aquilo que é retratado nas nossas doutrinas como a “PERSEVERANÇA DOS SANTOS”. O povo de Deus é perseverante na fé, porque Cristo está conosco, o Deus de Jacó é o nosso refúgio e fortaleza (Sl 46).

O que poderia nos separar de Deus? ABSOLUTAMENTE NADA, exceto o pecado (Is 59:1-2). Mas na vida dos redimidos, o pecado já não nos separa mais de Deus. O véu se rasgou, o muro da separação foi desfeito, e agora temos perfeita e real comunhão com Deus. É o que está revelado em Romanos 8:31-39.


“31  Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? 32  AquEle que nem mesmo a Seu próprio Filho poupou, antes O entregou por todos nós, como nos não dará também com Ele todas as coisas? 33  Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. 34  Quem é que condena? Pois é Cristo Quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o Qual está à direita de Deus, e também intercede por nós. 35  Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? 36  Como está escrito: Por amor de Ti somos entregues à morte todo o dia; somos reputados como ovelhas para o matadouro. 37  Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquEle que nos amou. 38  Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, 39  Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” Romanos 8:31-39.


CONCLUSÃO

Foi William Shakespeare quem escreveu a famosa frase: “ser ou não ser, eis a questão”. Esse era o dilema daqueles judeus que duvidavam da divindade de Jesus e não O seguiam, não O conheciam e nem ouviam a Sua voz.

E para você, QUEM É JESUS? E quem é você para Jesus?

A INTIMIDADE COM JESUS É FRUTO DA FÉ! Isso fica muito claro: as ovelhas de Jesus creem nEle, O conhecem, ouvem a Sua voz e O seguem. Isso é intimidade com Deus!

Que você possa desfrutar sempre dessa real e doce comunhão com o Senhor Jesus, o Deus encarnado, onisciente, onipresente e onipotente, o Sumo Pastor e Salvador da Igreja, que fala com Seu povo, conhece o Seu povo, e guia o Seu povo.

Material de apoio: 


A Bíblia Anotada 

Bíblia de Estudo de Genebra



Por: Rev. Paulo Sergio da Silva

IPB de Brasilândia, São Paulo / SP

Culto de Louvor 18/01 e 01/02/15. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT