LOUVOR NA MADRUGADA


Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
IPB de Vila Gerti, S.C.Sul / SP
Reunião de Oração 03.05.13
Pastoral Boletim 16.06.13

“Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os demais companheiros de prisão escutavam.” Atos 16:25.

O quadro era trágico: dois servos de Deus açoitados, feridos, sangrando, com os pés presos no tronco, dentro de um cárcere, com suas vidas em risco de morte. Misericórdia! Será que aguentaríamos tanta pressão?

Meia-noite, hora em que os pensamentos voam e muitas vezes o sono foge.
Meia-noite, hora em que o terror noturno muitas vezes vem (Sl 91:5).
Meia-noite, madrugada adentro as lágrimas inundam os olhos...

Mas não foi o que se viu naquela prisão, pois à meia-noite Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus. Eles fizeram um louvorzão na madrugada. Quem sabe se olharam um para o outro, e o desespero batendo à porta de seus corações. Talvez o inimigo os cirandava cochichando palavras de morte, dúvidas e medo... Então, um olha para o outro e diz: “Levanta a cabeça meu irmão! Não vamos entregar os pontos! Vamos orar e cantar um hino!” Paulo e Silas estavam sofrendo, física e espiritualmente, uma pressão que não podemos dimensionar. Mas eles fizeram diferença, realizando um culto naquela prisão, orando e cantando a Deus.

O resultado dessa atitude sobrenatural, foi que Deus enviou o Seu poder em um terremoto físico que sacudiu a prisão abrindo as portas e soltando as cadeias que os prendiam. Mas Deus enviou também um terremoto espiritual que quebrou as cadeias que prendiam a alma do carcereiro, vindo este a converter-se e ser batizado, juntamente com toda sua casa (At 16:30-33).

Durante a noite muitas vezes somos atacados por preocupações, ansiedades e medos. O terror noturno nos assola, seja ele algo que está dentro de nossa mente nos atribulando, ou até mesmo o maligno nos rodeando como uma fera tentando nos oprimir. Seja qual for o seu caso, a lição já nos foi dada: façamos um louvor na madrugada; oremos e cantemos ao nosso Deus; derramemos lágrimas de quebrantamento e renovação diante do Altíssimo. Ele certamente ouvirá nosso clamor, nossa súplica e nosso louvor, e nos enviará Seu poder que quebra qualquer corrente, e liberta os encarcerados.

“Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nEle, e o mais Ele fará.” Salmos 37:5.

SOLI DEO GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?