O ALVO DO CRISTÃO

Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
IPB de Vila Gerti – S.C.Sul / SP - Culto Vespertino 22.01.12

IPB de Utinga - Sto.André / SP - Culto Especial de Aniversário (39 anos) 11.02.12 

“...prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” Filipenses 3:14. 


Não podemos viver sem um alvo, uma meta a ser alcançada. Até os que fogem desse assunto tem um alvo, uma meta, um objetivo na vida. E é esse objetivo, essa meta, esse ALVO, que vai determinar o nosso estilo de vida. Qual é o nosso alvo? Qual a nossa meta? O que Paulo tinha em mente quando disse “prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus”? Sintetizando, O NOSSO ALVO É A GLÓRIA DE DEUS. Fomos chamados para a Sua glória.

GLÓRIA NO CÉU 

Ele se referia à vida eterna no Céu, e conhecer a Cristo na eternidade.

Paulo passou pela conversão no caminho de Damasco quando Cristo entrou em seu coração, mas esse conhecimento ainda era limitado, assim como é para nós hoje. Paulo fala aqui do maior presente que o ser humano pode receber de Deus, a coisa mais importante de todo o universo: CONHECER O SENHOR de um modo tão pessoal, direto e elevado que está reservado somente para aqueles que adentrarem a glória celestial.
“para O conhecer, e o poder da Sua ressurreição, e a comunhão dos Seus sofrimentos, conformando-me com Ele na Sua morte.” Fp 3:10.

Em Hb 1:3 vemos que Jesus é a expressão exata do ser de Deus.
“Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do Seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do Seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-Se à direita da Majestade, nas alturas.” Esse é o principal alvo de vida de todo cristão verdadeiro: encontrar-se com Cristo na glória celestial. Para nós nada é mais importante do que isso.

"...mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que O amam." 1 Co 2:9.

GLÓRIA NA TERRA 

Ele se referia à vida aqui na Terra, e conhecer a Cristo neste mundo.

A maneira bíblica de se esperar esse glorioso dia, é prosseguir lutando pela obra do Senhor, seguindo para o alvo, servindo ao Senhor de todo o nosso coração, conforme 1 Co 9:24-27.  

“Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. Todo atleta em tudo se domina; aqueles, para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, a incorruptível. Assim corro também eu, não sem meta; assim luto, não como desferindo golpes no ar. Mas esmurro o meu corpo e o reduzo à escravidão, para que, tendo pregado a outros, não venha eu mesmo a ser desqualificado.” 

A maneira bíblica de se esperar esse dia maravilhoso é com os pés na Terra e o coração no Céu. O materialismo tem sufocado a fé de muitos.
“Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a Terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no Céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam.” Mt 6:19,20.

Quem tem o céu como meta de vida eterna deseja ver aqui na Terra a vontade de Deus se cumprindo, sendo fiel ele mesmo para com o Seu Deus.
“Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.” Apocalipse 2:10b.

Através da salvação no Senhor Jesus recebemos de Deus a certeza da vida eterna e a promessa de um tesouro imensurável guardado por Deus, e que ainda que a nossa vida aqui na Terra tenha seus momentos difíceis nós podemos dizer como Jó. “Eu sei que o meu Redentor vive, e por fim se levantará sobre a Terra. Depois, revestido este meu corpo da minha pele, em minha carne verei a Deus.”
Jó 19:25.

O próprio Paulo em 1 Timóteo 1:12b declara a confiança que devemos ter nesse Deus e viver a nossa vida para a Sua glória.
“porque eu sei em Quem tenho crido, e estou bem certo de que Ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia”. Em 2 Tm 4:7 encontramos Paulo falando acerca daquilo que entendemos que era o seu alvo de vida. "Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé."


CONCLUSÃO
Como lidamos com nosso passado, presente e futuro? Como temos lidado com nosso passado? Temos perdoado tudo ou guardamos mágoas e rancores em nosso coração?

1 - Hoje estamos construindo nosso futuro, e quando o futuro chegar nos recordaremos de nosso hoje, que lá será o passado. Somos o fruto de nosso passado e queiramos ou não estamos participando da construção de nosso futuro. O que estamos vivendo em conseqüência de nosso passado? Como estamos trabalhando em prol de nosso futuro?

 
Na vida secular: trabalho, estudos, reputação, dignidade, nome limpo, fidelidade no lar. Na vida espiritual: santificação, trabalho, estudo da Bíblia, compromisso com Deus, compromisso com a igreja. Tudo que o homem semear isso também ceifará (Gl 6:7).

2 - Através do perdão de Cristo Jesus toda nossa perspectiva de vida muda:
- o passado ao invés de frustrações e culpas torna-se aprendizado;
- o presente ao invés de medo e tristezas é vivido com coragem e fé;
- o futuro ao invés de incerteza e insegurança é aguardado com a certeza da vida eterna e a paz que excede a todo entendimento.

3 – Quem vive com Cristo é feliz:
- nosso passado foi perdoado
- nosso presente faz sentido
- nosso futuro é seguro.

SOLI DEO GLORIA!!!


Leia também "Passado, Presente e Futuro - Avaliação, Atitudes e Metas".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL