COMUNICAÇÃO: VIDA OU MORTE

“No muito falar não falta transgressão, mas o que modera os lábios é prudente.” Provérbios 10:19.

A comunicação produz a vida ou a morte dos relacionamentos. A Bíblia diz que a morte e a vida estão no poder da língua, quem bem a utiliza comerá dos seus frutos
(Pv 18:21). Podemos dar vida ou matar os relacionamentos, dependendo da maneira como nos comunicamos. Nossa língua deve ser medicina que cura e não veneno que mata. Deve ser bálsamo que restaura e não fogo que destrói. A Bíblia diz que as nossas palavras precisam ter temperadas com sal. Devemos falar a verdade em amor. Da nossa boca não deve sair palavra torpe, mas unicamente para a edificação, conforme a necessidade, transmitindo, assim, graça aos que ouvem.

Devemos ser pródigos nos elogios e cautelosos nas críticas. Devemos ser prontos para ouvir e tardios para falar. Quem muito fala, muito erra. Quem fala sem refletir acaba sendo açoitado pela sua própria língua. A comunicação é vital para construirmos relacionamentos saudáveis no casamento e na família. Vivemos no século da comunicação virtual, mas assistimos à decadência da comunicação real.

Oremos
Senhor Jesus, Tu afirmaste que a boca fala do que está cheio o coração. Purifica, pois, o meu coração para que de meus lábios procedam bênção e bálsamo. Em Teu nome, Senhor Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT