NO PRIMEIRO DIA DO PRIMEIRO MÊS

“Sucedeu que, no primeiro dia do primeiro mês, do ano seiscentos e
 um, as águas se secaram de sobre a terra...” Gênesis 8:13.

O Senhor chamou Noé para o maior desafio de toda a sua vida. Antes do dilúvio Deus falou com ele. E Noé ouviu. As chuvas seriam derramadas, sem que houvesse qualquer comprovação de sua vinda. Houve a ordem de Deus e Noé cumpriu à risca em todos os seus detalhes.

Chegou o ano novo e águas baixaram. Era mais um sinal da vontade de Deus. Agora era preciso remover a cobertura da arca e ver o cumprimento da promessa. Era o tempo de deixar o lugar onde se sentia seguro e perceber o mover do Senhor. Ele olhou e viu que o solo estava enxuto. As águas deixaram de cair sobre a Terra e os seus olhos puderam contemplar os feitos do Senhor. O Pai deu a Noé a experiência de contemplar o Seu poder e a Sua glória. Aquela visão asseguraria a Noé a certeza de que Deus esteve e sempre estaria ao seu lado.

Noé deixa a arca e levanta um altar ao Senhor. Ele presta um culto a Deus, que se agrada de sua atitude. Nessa hora é estabelecida uma aliança com Noé, herdada por toda a humanidade.

Ore
Deus, louvado sejas porque as Tuas promessas não falham. Assim como o Senhor renovou as esperanças de Noé, ajuda-me a confiar em Teus planos no decorrer deste ano. Por Jesus, amém.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL