Semelhantes às Crianças


“1 Naquela hora, aproximaram-se de Jesus os discípulos, perguntando: Quem é, porventura, o maior no Reino dos Céus? 2 E Jesus, chamando uma criança, colocou-a no meio deles. 3 E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no Reino dos Céus. 4 Portanto, aquele que se humilhar como esta criança, esse é o maior no Reino dos Céus. 5 E quem receber uma criança, tal como esta, em Meu nome, a Mim Me recebe.” Mateus 18:1-5.

Os discípulos queriam saber quem era o maior no Reino dos Céus (1), mas Jesus primeiramente Jesus disse quem poderá entrar no Reino dos Céus. Porque ser salvo por Deus é mais importante do que querer em ser grande diante de Deus.

Muitas vezes nós perdemos o foco nas nossas indagações.

Para explicar essa questão Jesus chamou uma criança, e nos deu essa grande lição. Usando a figura da criança, Jesus ensinou há três condições básicas para a salvação. 

1 - Conversão (3a)

Por incrível que pareça, esse é um dos temas bíblicos mais renegados em nossos dias. Mas a Bíblia fala da conversão tanto no Velho como no Novo Testamento como condição para obtenção da vida eterna. Ela ocorre de dentro para fora na vida de quem se arrepende de seus pecados e se entrega totalmente a Deus. Conversão é chamada em João 3 de "novo nascimento", reforçando que nesse processo fica para trás o velho homem, e nasce uma nova criatura (2 Co 5:17). Ela é condição básica para salvação, pois está escrito que quem não se converter quem não nascer de novo não verá a glória de Deus (Jo 3:3). Muito mais do que religiosos, amigos dos crentes ou até parente dos crentes, é preciso ser crente, é preciso ser filho de Deus, é preciso passar pela conversão.

Aqui há um paralelo com outro texto do Evangelho de Lucas, que esclarece acerca dessa questão.

"Em verdade vos digo: Quem não receber o reino de Deus como uma criança de maneira alguma entrará nele." Lucas 18:17.

2 - Ser puro como uma criança (3b)

Jesus fala que para entrar no Céu é preciso se tornar como uma criança. Creio que Jesus estava explicando melhor o que ele quis dizer conversão. Certamente Ele não se referiu à infantilidade, incapacidade, irresponsabilidade, dependência e até imprudência de uma criança. Certamente ele falava da inocência da e pureza inerentes uma criança. "Sem santificação ninguém verá o Senhor". É certo que somos pecadores e inaptos o Reino de Deus, mas é Deus que nos capacita e nos aperfeiçoa para tal benção nos tornando puros como as crianças. As crianças são inocentes, não tem a maldade e malícia dos adultos. Antes da idade da razão são seres tão puros, que Jesus afirmou soberanamente:

"Deixai vir a Mim os pequeninos e não os embaraceis, porque dos tais é o Reino de Deus." Lucas 18:16b.

3 - Ser humilde como uma criança (4)

Finalmente Jesus explica que para ir para o céu é preciso ser humilde como uma criança. Agora Jesus responde também aquela pergunta dos discípulos (vs.1). O que é a humildade?

"Virtude caracterizada pela consciência das próprias limitações; modéstia, simplicidade. Sentimento de fraqueza, ou de inferioridade com relação a alguém ou algo. Reverência ou respeito para com superiores; acatamento, deferência, submissão. [...] Simplicidade, sobriedade."

Na Bíblia a humildade tem um papel de destaque como uma virtude espiritual que é característica de quem crê em Deus.

"Antes, Ele dá maior graça; pelo que diz:
Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes. Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e Ele Se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração. Afligi-vos, lamentai e chorai. Converta-se o vosso riso em pranto, e a vossa alegria, em tristeza. Humilhai-vos na presença do Senhor, e Ele vos exaltará." Tiago 4:6-10.

A humildade é essencial para o reconhecimento de nossos pecados em arrependimento. Somente os humildes se arrependem e reconhecem que necessitam da graça de Deus.

Você é uma pessoa humilde diante de Deus? Porque essa humildade (ou a ausência dela) se manifesta no seu relacionamento com as pessoas. Confira:

"Semelhantemente vós, os mais moços, sede sujeitos aos mais velhos. E cingi-vos todos de humildade uns para com os outros, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes." 1 Pedro 5:5.

Alguma dúvida de que os arrogantes não entrarão no céus? Então leia 2 Tm 3:1-9. Obviamente há crentes que lutam contra o pecado do orgulho e da arrogância, mas como acontece com todo tipo de pecado, a Palavra de Deus nos alerta que o verdadeiro convertido não vive na prática do pecado (1 João 3:9). A vitória sobre o mal confirma a nossa salvação.

Conclusão

Conversão, pureza e humildade, esses sinais podem ser vistos notados vida de quem foi salvo dentro do aspecto da santificação, pois ainda que sejamos pecadores imperfeitos não vivemos mais nos enlameando em uma vida sem Deus, porém buscamos ter o caráter transformado por Ele. E aí Ele mesmo que se encarrega de nos transformar para sua glória.

Porém, muito mais do que sinais da conversão, esses requisitos são elementos essenciais a todos que almejam entrar no Céu. Não há salvação sem conversão, e a salvação não condiz com a impureza ou arrogância. A conversão real se efetua em transformação de vida, de impuros para santos, de orgulhosos para humildes. O Evangelho é muito mais que religiosidade, é vida no altar de Deus, é transformação do nosso caráter nos tornando semelhantes a Cristo. Certamente foi por isso que Jesus nos deixou essa doutrina: somente os que são semelhantes às crianças entrarão no Reino dos Céus.

Soli Deo Gloria!!!

IPNA, Culto Vespertino 15/10/17
Rua Álvares Fagundes, 102, Americanópolis, São Paulo.

Comentários