ESPERAR EM DEUS (1) A ATITUDE DO CRENTE E A RESPOSTA DE DEUS


“Esperei confiantemente pelo SENHOR; Ele Se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro. Tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama; colocou-me os pés sobre uma Rocha e me firmou os passos. E me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus; muitos verão essas coisas, temerão e confiarão no SENHOR.” Salmos 40:1-3.

Esse é um Salmo de louvor (vs.1-10) e petição por livramento (vs.11-17). Davi louva a Deus por livramentos passados (vs.1-4) e se oferece em dedicação a Deus (vs.5-10). Depois Davi apresenta um novo problema ao Senhor (vs.11-12), solicitando novamente o livramento (vs.13-17). As palavras que expressam a dedicação de Davi (vs.6-8) transcendem a sua experiência e se aplicam ao Senhor Jesus, que veio para ser o Sacrifício perfeito e obediente, que pôs fim aos demais sacrifícios (Hb 10:5-7). Os vs. 6-8 contém uma mensagem Messiânica, transcendendo a experiência de Davi e se aplicam ao Senhor Jesus, que veio para ser o Sacrifício perfeito e obediente, que pôs fim aos demais sacrifícios (Hb 10:5-7). (BEG).

ARGUMENTAÇÃO

O Salmo 40 é uma referência bíblica nas horas de angústia. Davi, o homem segundo o coração de Deus, conhecia bem a angústia, a dor e a depressão. Ele foi perseguido pelo rei Saul, que queria mata-lo por inveja. Saul invejava a bênção de Deus na vida de Davi e colocou um exército inteiro a sua procura. Davi viveu momentos difíceis fugindo desse maníaco, tentando de todos os modos salva a sua vida. Davi passou a se esconder nos campos, matas, vales, montanhas, cavernas e antros da terra. Não é difícil imaginar o sofrimento desse homem de Deus (conheça a história de Davi, leia 1 Samuel).

Esse homem sofrido e amargurado poderia ter entregado os pontos, duvidado do amor e do poder de Deus se revoltando, como muitos fazem nas horas difíceis. No entanto, as suas palavras nos ensinam como suportar e vencer esses momentos. Mas, graças a Deus não foi isso que ele fez, pelo contrário, ele aprendeu a esperar, e essa é a sua lição de vida.

1 – ATITUDE DO CRENTE
“Esperei confiantemente pelo SENHOR” Salmos 40:1a.


O Evangelho é esperança! É nessa dimensão que vivemos, esse é o estilo de vida que precisamos desenvolver. Não vamos confundir isso com o “evangelho pragmático” de nossos dias. Trata-se de disciplinarmos nossa mente, coração, emoções, pensamentos e atitudes, ações e reações, honrando a soberania de Deus.

Deus sempre nos fortalece, Ele jamais nos desampara! O cristão necessita aprender a confiar em Deus nas horas difíceis da vida. Temos uma fé teocêntrica = Deus no centro de tudo. Assim, quem considera e crê no poder de Deus precisa aprender a viver uma vida de esperança, pois Ele transmite paz e confiança ao Seu povo.

1.1 – ESPERAR
Primeiramente precisamos aprender a esperar. Essa é uma das lições básicas da vida de fé, mas é também uma das mais difíceis de se aprender. É difícil esperar porque é próprio do ser humano desejar respostas rápidas para tudo que necessitamos. Queremos tudo a “toque de caixa”, rápido, imediato! Mas quando não depende de nós, e sim de Deus, precisamos aprender a esperar, pois Ele é Quem dita as regras. Interessante que nem sempre temos pressa quando tudo depende de nós. Por exemplo, é mais fácil protelar uma mudança de caráter do que ter pressa em se tratar e crescer. É mais fácil deixar de ir à Igreja do que levantar cedo para a EBD. E assim por diante, e fato que temos muito maior facilidade em exigir do que esperar. Aprendamos a esperar a resposta de Deus, o tempo de Deus, o agir de Deus. Do contrário seremos levados a tomar atitudes precipitadas e a nos DES-esperar. Como já foi dito, aprender a esperar é tão importante quanto difícil, mas os que são adestrados pelo Senhor aprender a esperar.

1.2 – CONFIANTEMENTE
É necessário um controle das emoções, pensamentos e palavras através do fator FÉ. A fé gera esperança dentro de nós, nossas emoções começam a ser controladas, e nossa alma começa a sossegar nos braços daquEle que tudo pode. Um pouco mais adiante, no Salmo 42:5,11 (Salmo didático dos filhos de Corá) nossa alma também é exortada a esperar. Esperemos, pois ainda que não entendamos todas as situações, sabemos que o melhor de Deus ainda está por vir. Ele tem todo poder, nos ama, é misericordioso, e está do nosso lado, pronto a nos socorrer.

Davi aprendeu que quem espera em Deus não espera de qualquer jeito; é necessário esperar confiantemente. Isso é sinal de que cremos nEle, não duvidamos de Seu poder, justiça e amor. Deus é santo, justo e bom! A Sua misericórdia dura para sempre, e de geração em geração a Sua equidade (Michaelis: 1 Justiça natural. 2 Disposição para reconhecer imparcialmente o direito de cada qual. 3 Igualdade, justiça, retidão). Esperar confiantemente quando tudo está bem é fácil, mas Davi esperou fugindo, sendo caçado, jurado de morte, e tudo isso injustamente. A Palavra de Deus manda que nos preparemos para o “dia mal” nos revestindo de TODA a armadura de Deus, lembrando que a nossa luta não é contra sangue e carne, mas contra forças espirituais do mal (Efésios 6).

1.3 – PELO SENHOR
Nossa confiança está no Deus soberano que pode todas as coisas, e em Seu Filho Unigênito, Jesus Cristo, que destruiu as obras do diabo triunfando na Cruz (Cl 2:15). Deus é fiel (1 Co 1:9; 10:13), Ele nos guarda, protege, e sempre vem em nosso socorro. Jamais falha em Suas promessas, sua justiça e santidade são plenas, nEle podemos confiar, nEle DEVEMOS confiar. Ainda que passemos pelo vale sombrio e tenebroso (Sl 23:4), ainda que sejamos atribulados, perseguidos, caluniados, zombados, desprezados (Mt 5:10-12), torturados e mortos (Dn 3:16-18), ainda assim cremos que o Senhor não nos desampara. O cuidado de Deus vai além das circunstâncias. É um erro gravíssimo pensar que Deus cuida somente nas horas boas. A diabólica teologia da prosperidade tem levado milhões de pessoas a pensarem que Deus não enviará o mal, a dor, as lágrimas. Mas os que conhecem, creem e amam as Escrituras, sabem que não é assim. Deus pode SIM permitir-nos a dor, Ele É e sempre será Deus! Os motivos pelos quais Ele o fará, se assim quiser, pertencem somente a Ele. Não nos cabe questionar, e os que duvidam e julgam as ações de Deus, certamente estão equivocados em seu entendimento. “Errais não conhecendo as Escrituras” disse Jesus (Mt 22:29). Esperamos no Senhor porque cremos que Ele pode nos livrar de todo mal, e ainda que isso leve um tempo, no final Ele certamente o fará, de um modo ou de outro.


CONCLUSÃO

Em nossos momentos de angústia, busquemos o refúgio que vem de Deus. Nada se compara a Ele! Passar por lutas todos passaremos, a diferença é COMO passaremos. Os resultados serão visíveis. Enfrentemos com confiança, esperando confiantemente no Senhor. Que Deus te abençoe!



2 – A RESPOSTA DE DEUS

“Ele Se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro. Tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama; colocou-me os pés sobre uma Rocha e me firmou os passos. E me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus” Salmos 40:1b-3a.
 


Vivemos em um mundo em crise, um mundo sem Deus, sem esperança. É a era do engano e da mentira onde as pessoas colocam suas esperanças no homem. Ainda mais nessa época de eleições, vemos tantos que empenham suas vidas e expectativas em promessas de homens inescrupulosos, e outros que até podem ser bem intencionados, mas que compactuam de um sistema que por si só já é falido. Cristo é a esperança para esse mundo perdido em pecado e morte. É inútil colocar as expectativas no homem, somente Deus tem respostas e soluções para os nossos dilemas e para os dilemas do mundo em que vivemos. O desejo e o sentimento de auto suficiência engana as pessoas de maneira tal, que elas chegam a pensar que não precisam de Deus. Cegos guiando cegos. Quantos confiam nos homens e se frustram terrivelmente, pois está escrito:

“Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do SENHOR!”. Jeremias 17:5.

Muitos outros confiam em seus bens, no lucro que obtiveram ou nas economias que fizeram. Até que um dia descobrem que o dinheiro não pode comprar a felicidade, saúde, ou um lar unido. Os bens passam rapidamente, e todos os que colocam sua confiança em seus bens distanciam-se de Deus, pois está escrito:

“Os discípulos estranharam estas palavras; mas Jesus insistiu em dizer-lhes: Filhos, quão difícil é para os que confiam nas riquezas entrar no Reino de Deus!” Mc 10:24.

Nossa esperança não está em homens, também não está no dinheiro. Nossa esperança está nas mãos do nosso Deus! Ele é a nossa esperança eterna, Ele nunca falha, nEle nós podemos confiar!

Vimos na primeira parte da mensagem, que o vs.1a fala-nos da atitude exemplar do salmista em seus momentos de angústia e dor, e que deve ser também a atitude de todos que têm sua esperança em Deus: ESPERAR, CONFIANTEMENTE, PELO SENHOR.

"Esperei confiantemente pelo SENHOR" Salmos 40:1a.

Se Davi nos ensina o valor da esperança, não só como certeza do coração, mas como atitude concreta e ativa, como e em Quem esperar. Veremos agora que Deus atende e responde ao clamor e às súplicas daqueles que nEle esperam.

Em que consiste basicamente a resposta de Deus? Deveríamos esperar presentes de Deus? Deveríamos tentar “exigir” alguma coisa dEle? Obviamente NÃO! Ele nos ensina em Sua Palavra como devemos esperar nEle, e O QUE podemos esperar dEle. A pergunta é: quem espera corretamente, pode esperar o que de Deus?

2.1 – DEUS OUVE A ORAÇÃO
“Ele Se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro” Sl 40:1b.


Quem espera em Deus, espera orando, clamando e suplicando. Quem não ora talvez já tenha perdido as esperanças. Quem não ora não demonstra fé. Quem ora demonstra que apesar de não entender muito do que se passa, ainda crê no Deus dos impossíveis, no Deus de amor, bondade, justiça e misericórdia.

Quando falamos de um mundo que não tem mais esperança, precisamos nos avaliar, pois se temos alguma esperança, essa provém do Senhor. E se a temos devemos saber nos portar como tal: orando. Você tem esperança? Então ore! Você perdeu a sua esperança? Comece a orar que Deus pode renovar a sua esperança. Tenha fé!

Creia no que diz a Palavra de Deus: Deus até se inclina no Seu trono santo para nos ouvir quando clamamos! Essa é uma afirmação bíblica, não é uma simples metáfora, mas fala-nos de um Deus que ouve o clamor de Seus filhos! É como se Deus parasse tudo a Sua volta nos Céus e dissesse: “É meu filhinho que está clamando! É a minha filhinha que está suplicando! É a minha Igreja! E o meu povo!”. Isso não comove o seu coração? Por que será? Será que você ainda crê na oração? Na próxima semana teremos a nossa reunião de oração mensal às 07h30. Prove que você crê no poder da oração, prover que você crê no Deus dos Céus que ouve o nosso clamor!

Notemos, porém, que o salmista clamou por socorro. Por que será? Será que tudo ia bem com ele? Afinal de contas ele era um servo de Deus (!!!). Significa que apesar de sermos servos de Deus, ainda assim podemos passar por situações limite onde clamaremos a Deus como que está à beira da morte. E se você perguntasse POR QUÊ? Eu responderia que é justamente para que aprendamos a confiar nesse Deus maravilhoso que ouve as nossas orações, e que pode todas as coisas. Se não houvesse nenhum momento assim, nós definitivamente apostataríamos. Por isso: EM TUDO DAI GRAÇAS! (1 Ts 5:18).
A Sua resposta nem sempre é a que desejamos, mas certamente é o que necessitamos. Mas que bom quando nossa vontade se aproxima cada vez mais da Sua vontade, e também quando aprendemos a aceitar a Sua vontade para nós!

2.2 – DEUS ATENDE NOSSAS ORAÇÕES
“Tirou-me de um poço de perdição, de um tremedal de lama; colocou-me os pés sobre uma Rocha e me firmou os passos.” Salmos 40:2.


Já vimos que a esperança nos leva a orar, e que quem tem esperança ora, e Deus ouve suas orações. Mas ele não somente ouve, Ele também responde! Que maravilha é quando Deus entra em ação nas nossas vidas! Como é gratificante ter as orações respondidas por Ele! Isso nos anima a orar e a dizer para as pessoas crerem nEle!

2.2.1 – O QUE MAIS TEMOS PEDIDO
Notemos, porém, que este Salmo nos leva a pensar em respostas de Deus à orações por uma vida espiritual mais fortalecida e digna dEle. Será que é isso que mais temos pedido a Deus? O lodaçal, ou atoleiro em que o salmista estava é claramente descrito como: “poço de perdição” e “tremedal de lama”. Essas expressões podem retratar situações de derrotas em batalhas, mas também se aplicam claramente à vida espiritual. Quem caiu poço da perdição e vive atolado na lama do pecado não tem como servir a Deus corretamente. Infelizmente, o que mais se pede a Deus em orações está ligado à área física e material. Nada contra pedir essas bênçãos, mas por que tantos “crentes” vivem no lamaçal e não se incomodam com isso?

Mas todos que não se contentam em viver uma vida cristã pela metade, todos que clama a Deus por crescimento e fortalecimento não fé são atendidos. Deus é Quem tira o Seus servos da lama e do buraco! Deus é Quem muda as suas vidas. Não se contente com pouco, peça mais de Deus, clame por mais dEle em sua vida. Deus pode transformar-nos poderosamente, Deus pode! Clamemos a Ele por isso!

2.2.2 – COMO ELE TEM NOS RESPONDIDO
O desejo do coração de Deus é que Seu povo caminhe retamente, e não em caminhos tortuosos. A Palavra nos diz que o justo não ficará prostrado (Sl 37:23-24), isso é maravilhoso e vem do próprio coração de Deus. O Salmo nos revela que Deus tirou Davi de toda essa situação e agora fez algo mais: colocou seus pés sobre uma rocha e lhe firmou os passos. É assim que Deus responde nossas orações: nos libertando de nossos pecados e firmando nossos passos.




2.2.3 – PÉS SOBRE A ROCHA. Aquele que outrora tinha seus pés em um charco de lama, que se sentia preso em um poço, tal como José, agora tem sua vida transformada! Já não está mais naquela situação vexatória, não está mais preso na lama, mas está na Rocha! Lembre-se que a Rocha na Bíblia tem um significado tremendo: Deus é a Rocha Eterna, Cristo é a Rocha sobre a qual a Igreja é edificada! Ter os pés colocados sobre a Rocha representa para nós uma vida edificada sobre a Palavra de Deus. Sobre que você tem edificado sua vida? Sobre a Rocha que é Jesus, ou na lama do pecado?

2.2.4 – PASSOS FIRMES. Pelas palavras do salmista deduzimos que anteriormente seus passos não eram firmes assim (“me firmou os passos”). Conhecendo a história de Davi podemos imaginar a que ele talvez estivesse se referindo. Davi foi um homem que apesar de conhecer a vontade de Deus para sua vida, em algumas ocasiões tomou decisões erradas, e pagou um preço alto por isso. O mesmo ocorre com aqueles que não tem seus passos firmes no Senhor, tomam decisões erradas desagradando a Deus e sofrem as terríveis consequências de seus erros. Algumas delas os acompanharão a vida toda.

Os ébrios andam cambaleantes pelos caminhos da vida, mas os sóbrios tem passos firmes. O Senhor firma nossos passos em Seu Caminho. Há muitos que estão em dúvida sobre qual caminho seguir, qual decisão tomar.

Não titubeie entre dois pensamentos, não cambaleie, não balance de um lado para o outro, não fique em cima do muro, não tente pisar em duas canoas. Firme seus passos no Senhor. Clame a Deus e Ele prontamente lhe responderá!

"Por isso, restabelecei as mãos descaídas e os joelhos trôpegos; e fazei caminhos retos para os pés, para que não se extravie o que é manco; antes, seja curado." Hebreus 12:12-13.

2.3 – DEUS ENCHE NOSSO CORAÇÃO DE LOUVOR
“E me pôs nos lábios um novo cântico, um hino de louvor ao nosso Deus” Salmos 40:3a.


A vida cristã sem o louvor não tem graça. Muitos estão vivendo sem esperança, e por isso não louvam, não adoram a Deus. Vivem para reclamar, murmurar e criticar. É como se a vida estivesse atolada em amargura e tristeza. Mas quando Deus ouve nossa oração, nos tirando dessas situações desesperadoras, nos colocando sobre a Rocha e firmando nossos passos nEle, então o louvor flui de nossos corações. Ele coloca em nossos lábios um novo cântico. Começamos a cantar novos hinos e cânticos de louvor e adoração de um modo novo, com sentimento, com alegria, com emoção. Lágrimas de alegria escorrem por nosso rosto e nosso coração se enche de júbilo e alegria. Saímos da Igreja renovados, porque Deus age em nossas vidas!

Infelizmente tantos há que expressam mais alegria e empolgação por seu time de futebol do que por seu Deus. Outros “amam” e defendem com unhas e dentes o artista da TV, da música ou do cinema, mas quando vão na Igreja não cantam, balbuciam as letras dos cânticos. O louvor nos renova e somos renovados no louvor. Se você não tem tido forças nem para louvar a Deus, isso significa que Ele não tem sido a sua esperança, pois o Deus da esperança sempre coloca o louvor em nossos lábios. Não use seus lábios para cantar músicas que desagradem a Deus. Não use seus talentos e dons para servir a si mesmo, agradando-se a si mesmo e não a Deus. O secularismo que vivemos é tão forte e sorrateiro que tem tirado o louvor dos lábios de muitos “crentes”, que não cantam mais com alegria a Deus, não gostam de hinos ou cânticos espirituais, mas que se deleitam com músicas profanas. Se esse é o seu caso, significa que seus pés ainda estão no lamaçal da perdição.

"Quando o SENHOR restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha. Então, a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de júbilo; então, entre as nações se dizia: Grandes coisas o SENHOR tem feito por eles. Com efeito, grandes coisas fez o SENHOR por nós; por isso, estamos alegres." Salmos 126:1-3.

Esse foi o sentimento que encheu o coração do salmista, e que devemos buscar!

CONCLUSÃO

Em nossos momentos de angústia, busquemos o refúgio que vem de Deus. Nada se compara a Ele! Passar por lutas todos passaremos, a diferença é COMO passaremos. Os resultados serão visíveis. Enfrentemos com confiança, esperemos confiantemente no Senhor. Que Deus te abençoe!

"Espera pelo SENHOR, tem bom ânimo, e fortifique-se o teu coração; espera, pois, pelo SENHOR." Salmos 27:14.

Essa vida onde reina a esperança, é um vida que influencia a muitos.

"(...) muitos verão essas coisas, temerão e confiarão no SENHOR." Salmos 40:3b.

O texto sagrado nos afirma que não poucos, mas muitos verão essas coisas. Que coisas? A obra que Deus fez em nossas vidas. Nossa vida é a vitrine de Cristo, é através da esperança que reside em nós, e da obra que Deus faz que o nome dEle é conhecido e exaltado. A sua vida é assim? Viva essa esperança que Deus faz o resto.

As pessoas em nosso derredor não somente verão a obra que Deus tem feito em nós, mas também temerão e confiarão no Senhor. O que é isso? Conversão! Sim, pois temer e confiar em Deus é coisa de gente crente. Como precisamos disso hoje em dia! Vivemos numa época em que ser crente é mais motivo de escândalo e piada. Mas Deus pode mudar isso a partir da minha e da sua vida. Você quer isso?

O Evangelho é esperança! Como está a sua esperança? Não perca a sua esperança. Renove-se na presença de Deus, renove nEle a sua esperança, e saia hoje daqui, hoje mesmo, disposto a transformar o mundo!




Material de apoio:
ABA – A Bíblia Anotada
BEG – Bíblia de Estudo de Genebra.

Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
CP do Jardim Suarão, Itanhaém / SP, EBD 29/06/14.
IPB de Mogi Guaçu / SP, EBD 06/07/14.

SDG – A DEUS TODA GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL