MILAGRE EM BETESDA


JOÃO 5:1-11
5.1   Passadas estas coisas, havia uma festa dos judeus, e Jesus subiu para Jerusalém.
5.2   Ora, existe ali, junto à Porta das Ovelhas, um tanque, chamado em hebraico Betesda, o qual tem cinco pavilhões.
5.3   Nestes, jazia uma multidão de enfermos, cegos, coxos, paralíticos
5.4   esperando que se movesse a água. Porquanto um anjo descia em certo tempo, agitando-a; e o primeiro que entrava no tanque, uma vez agitada a água, sarava de qualquer doença que tivesse.
5.5   Estava ali um homem enfermo havia trinta e oito anos.
5.6   Jesus, vendo-o deitado e sabendo que estava assim há muito tempo, perguntou-lhe: Queres ser curado?
5.7   Respondeu-lhe o enfermo: Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada; pois, enquanto eu vou, desce outro antes de mim.
5.8   Então, lhe disse Jesus: Levanta-te, toma o teu leito e anda.
5.9   Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar. E aquele dia era sábado.
 


Quanto tempo devemos orar até que Deus nos atenda? Sabemos que Ele nos manda orar sem cessar (1 Ts 5:17), e que Ele tem o tempo certo para todas as coisas (Ec 3). Sabemos também que a vontade do Senhor sempre é boa, perfeita e agradável (Rm 12:2). Então, resta-nos orar e esperar o agir de Deus, crendo que Ele virá ao nosso encontro na hora certa. O texto acima nos mostra isso de modo muito claro. Havia em Betesda um homem enfermo, que ali estava necessitado e doente há 38 anos, e o Senhor Jesus foi até onde ele estava e o curou. Aprendemos aqui diversas lições para a nossa caminhada e vida de oração.

Nem sempre nossas possibilidades podem nos ajudar. Muitas vezes parece que estamos tão perto de conseguir algo que necessitamos, mas não conseguimos. Aquele homem jamais conseguia entrar na água quando essa era agitada. Ele estava tão perto da “solução”, mas ao mesmo tempo tão longe. Deus é compassivo e misericordioso. Diante da dificuldade pela qual aquele homem passava, o Senhor o visitou com graça e grande poder!

Não importa quão seja grande a nossa dificuldade, Deus pode resolver qualquer situação. Humanamente falando, aquele homem estava condenado a viver o restante de seus dias aleijado, sofrendo, sem saída. Mas o Senhor Jesus o curou. Deus sabe exatamente do que precisamos. Jesus aproximou-se dele e lhe ofereceu o que ele mais necessitava. Qual é a nossa maior necessidade? A SALVAÇÃO! Quantos receberam uma bênção de Deus e Lhe viraram as costas. Quantos buscam a bênçãos de Deus e não o Deus das bênçãos... De que adianta ao homem ser abençoado física e materialmente, se não for salvo?

Você não é mais um na multidão. Jesus andou no meio de tantos que estavam doentes e necessitados, mas curou somente um homem. Por quê? Porque Ele tem Seus planos e métodos. Ele É Soberano – Onisciente, Onipotente e Onipresente – e sabe exatamente o que cada ser humano necessita. Mas não age movido pela necessidade das pessoas, e sim por Seu plano eterno. Deus não faz nada sem razão ou propósito, tudo que Ele faz tem um objetivo, de acordo com o Seu querer.

Nunca desista de orar. Aquele homem certamente orava e pedia a Deus que o curasse de seu mal. Trinta e oito anos se passaram, até que a benção chegou. Ore, clame, peça, e Deus lhe responderá de acordo com a Sua vontade. “Deus manda o frio, e manda o cobertor”.

Jesus fez a esse homem uma pergunta crucial: “Queres ser curado?” Uma pergunta que para muitos pode parecer óbvia, diante da situação. Mas Ele faz a mesma pergunta para nós também. O que necessitamos talvez não seja uma cura física, mas a cura da alma, a cura da família, cura dos relacionamentos, a restauração espiritual de uma esposa, de um marido perdido, de um filho ou uma filha rebelde. Você quer mesmo que Deus o abençoe? Então veja o que vem agora...

Jesus lhe deu uma ordem: “Levanta-te, toma o teu leito e anda.” E o homem obedeceu: “Imediatamente, o homem se viu curado e, tomando o leito, pôs-se a andar.” O que Deus está te mandando fazer? Qual é a ordem de Deus para você? Onde vocêm tem falhado? OBEDEÇA! Saia do seu labirinto, saia de sua prostração, de seu gueto, de seu comodismo, sua "zona de conforto". Levante-se de sua dor, saia desse lugar de morte e caminhe com (e para) Jesus. 


Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
IPB de Vila Gerti, S.C.Sul / SP

Reunião de Oração 26.11.12
Pastoral Boletim 01.12.13


SOLI DEO GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT