JESUS, A NOSSA PAZ

“(...) o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas Suas pisaduras fomos sarados.” 
Isaías 53:5.

A história do mundo é a história das guerras de reinos contra reinos e nações contra nações. O homem é um ser em conflito, uma guerra ambulante. Ele está em conflito com Deus, com o próximo e consigo mesmo. Nesse mundo violento, onde não poucas vezes os inimigos do homem são os da sua própria casa, Jesus nos é apresentado como a paz. A nossa paz não é ausência de luta ou conflito. A paz não é um sentimento sereno nem mesmo uma circunstância amena. A nossa paz é uma pessoa, é Jesus Cristo. Jesus fez a paz, oferece a paz e é a Paz.

Por meio de Jesus temos paz com Deus e temos a paz de Deus. A paz com Deus tem a ver com o nosso relacionamento certo com Deus, e a paz de Deus, com sentimento certo vindo de Deus. Jesus é o Príncipe da Paz, Seu reino é reino de paz e aqueles que são Seus súditos são promotores da paz. Jesus é o único que pode acalmar os vendavais da alma, aquietar as ondas revoltas do coração e nos conduzir em segurança ao porto divinal.

Ore
Senhor, preciso tomar aqueles que cambaleiam para a morte e os que perdidos estão, e conduzi-los aos pés do Teu Filho, a única fonte de vida e paz. Em nome de Jesus. Amém.

Pense
Jesus suportou o castigo que nos traz paz. Então, aproprie-se dela hoje!

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL