Não Desistir de Amar


"Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai Celeste, porque Ele faz nascer o Seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos. Porque, se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os gentios também o mesmo? Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai Celeste." Mateus 5:43-48.

O amor é provado de muitas maneiras, há situações em que nós amamos, demonstramos amor, e somos traídos e humilhados pelas pessoas a quem nos dedicamos tanto. É nesse momento que nós somos desafiados a continuar amando, porque nessa hora a vontade que temos é de revidar, falar tudo que dá na cabeça, humilhar aqueles que nos humilham e bater naqueles que nos batem. Mas não é isso que temos aprendido com Deus. O nosso Deus é um Deus misericordioso e perdoador e nós temos que ter em mente que há muito mais em jogo do que situações isoladas: o nosso testemunho, a nossa postura diante de Deus e Seu plano eterno. 

Nos sentimos inseguros quando alguém nos maltrata? Nos abalamos quando somos perseguidos? Perdemos a calma quando alguém fala mal de nós? Quando aqueles que nos esfaqueiam pelas costas, sorriem e nos abraçam como se nos amassem? Não podemos ser assim, fracos e previsíveis. Precisamos ser fortes, aguentar a pressão, passar na prova. E o método mais sólido para praticar esse amor é responder ao mal com o bem.

"Não torneis a ninguém mal por mal; esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens; se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens; não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira; porque está escrito: 

A Mim Me pertence a vingança; Eu é que retribuirei, diz o Senhor.

Pelo contrário, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas vivas sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem." Romanos 12:17-21.

Por isso, ao amar e demonstrar esse amor em atitudes reais, concretas, sólidas e visíveis, não se sinta fraco, covarde ou perdedor, sinta-se forte em Cristo. Não se sinta um covarde por amar os seus algozes, não se sinta uma pessoa degenerada por não responder de acordo com os padrões do mundo, mas responda de acordo com os padrões de Deus. Jesus disse que se alguém te bater numa face, dê também a outra, ame seu inimigo e ore pelo que te persegue (Mt 5:43-48).

É muito fácil amar aqueles que nos amam, mas quando amamos aqueles que nos odeiam estamos dando prova de que realmente conhecemos o Senhor Deus.

Comentários