Apreciando as Mães


“Pela recordação que guardo de tua fé sem fingimento, a mesma que, primeiramente, habitou em tua avó Loide e em tua mãe Eunice [...]” 2 Timóteo 1:5.

Por: Samuel Vieira

Mães são especiais. O Dia das Mães parece ter surgido numa manifestação feita por Anna Jarvis, uma estadunidense natural de Webster, Virginia, ao erguer um memorial em homenagem à sua mãe em 12 de maio de 1907, dois anos após o seu falecimento. Ao criar esse memorial ela iniciou uma campanha para que o “Dia das Mães” fosse um feriado reconhecido. Ela obteve sucesso ao torná-lo nacionalmente reconhecido em 1914. Nem sempre as mulheres foram tratadas de forma apropriada na história da humanidade. Alguém comentou que existem cerca de 600 animais e plantas que estão sob ameaça de extinção, mas que esposas e mães também estão também sob severa ameaça. Apesar do pouco valor das mulheres em muitas culturas, as mães possuem um lugar muito especial no coração e no plano de Deus. Ninguém nos impacta tanto quanto nossas mães. Bartholdi, o escultor da Estátua da Liberdade, em Nova York, ao iniciar seu projeto foi aconselhado a usar uma grande e heroica figura. 

Bartholdi decidiu escolher a figura de sua mãe. Muitas pessoas de sucesso atribuem sua inspiração às suas mães. Então, precisamos apreciar nossas mães. O que podemos fazer para demonstrar nossa apreciação? Pequenas palavras de encorajamento podem ser extremamente positivas para o seu coração. Agradeça-lhe ao invés de reclamar, encontre algo simbólico como um pequeno presente para expressar o seu amor por ela. Ela possui um lugar especial em seu coração, então faça-a sentir-se uma pessoa especial como ela o considera especial. Deus projetou os pais para cuidarem de seus filhos, mas também planejou os filhos para cuidarem de seus pais (1 Tm 5:3-8). Portanto, honre sua mãe como Deus nos ensina, aprecie-a como um presente de Deus. E a todas as Mãezinhas o nosso sincero FELIZ DIA DAS MÃES, e que Deus muito as abençoe!

Samuel Vieira é pastor da IPB de Anápolis, Goiás.
Extraído e adaptado de www.ipbanapolis.org.br.

Comentários