O PROJETO DA FELICIDADE (4) PERSEVERANÇA E RESIGNAÇÃO


MATEUS 5:1-12

“Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados sois quando, por Minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós. Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos Céus; pois assim perseguiram aos profetas que viveram antes de vós.” Mateus 5:10-12.

Qual é o seu projeto de vida? Seja qual for, faça com que seja um projeto que lhe conduza à felicidade real, que só Deus pode lhe dar. Esse é o sentido de “bem-aventurado” = muito feliz.

Projeto de perseverança 

“Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.” Mateus 5:10.

Somente é possível ser bem-aventurado quando perseguidos injustamente, se formos perseverantes na fé. O sofrimento da perseguição é avassalador, a sensação de injustiça destrói nossas defesas e ficamos à mercê da tristeza que invade o coração. Mas é justamente aí que os bem-aventurados praticam a lei áurea do perdão: “Perdoai e sereis perdoados”, “Se alguém te ferir numa face, dá também a outra”, “Amai vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem”. Através da prática do perdão, floresce nos corações a perseverança, as forças se renovam e os bem-aventurados não param no meio do caminho, nem retrocedem ao Egito, mas prosseguem rumo à Canaã! Por isso eles são bem-aventurados: “deles é o Reino dos Céus”. Essa expressão traz em si alguns elementos bem interessantes acerca dos bem-aventurados: eles são semelhantes às crianças, “porque dos tais é o Reino dos Céus” (Mc 10:14). Além disso já foi avisado que “se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no Reino dos Céus” (Mt 18:3b). Então os bem-aventurados são semelhantes às crianças em sua humildade (Mt 18:4 5:2), pureza, sinceridade, fé, além do que são protegidos por Deus (Mt 18:5,10). Aplique todos esses elementos à vida cristã e veja se você é ou não um bem-aventurado, ou se vive como tal.

Projeto de resignação (vs.11)

“Bem-aventurados sois quando, por Minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós.” Mateus 5:11.

As injúrias, calúnias, perseguições e mentiras poderão sobrevir na vida dos que servem a Deus de coração, os bem-aventurados, mui felizes filhos de Deus. Qual a qualidade que eles precisam desenvolver para suportarem tamanha oposição de pecadores atribulados? Resignação, que nesse caso é ser submisso à vontade de Deus, ainda que ela não seja considerada “boa”, ou facilmente entendida. Haverá muitas situações em que nossa fé será desafiada, e se cremos de fato em Deus, nos submeteremos sempre à Ele, ainda que não entendamos perfeitamente o Seu modo de agir. Como na sequência do vs. 10, essa característica do procedimento dos bem-aventurados é fruto de uma perseverante fé. O Senhor está dizendo para nós que, se isso tudo ocorrer conosco, não é para perdermos a nossa confiança em Deus, não é para nos revoltarmos contra Ele, ou O responsabilizarmos por tantas angústias e dores. O que devemos compreender sempre é que o Seu amor não muda, não para, mas somos amados ainda que tenhamos que sofrer. E se sofrermos, que não seja por causa de pecados nossos, mas que seja por amor a Cristo.

“Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus. Não sofra, porém, nenhum de vós como assassino, ou ladrão, ou malfeitor, ou como quem se intromete em negócios de outrem; mas, se sofrer como cristão, não se envergonhe disso; antes, glorifique a Deus com esse nome. Porque a ocasião de começar o juízo pela casa de Deus é chegada; ora, se primeiro vem por nós, qual será o fim daqueles que não obedecem ao Evangelho de Deus? E, se é com dificuldade que o justo é salvo, onde vai comparecer o ímpio, sim, o pecador? Por isso, também os que sofrem segundo a vontade de Deus encomendem a sua alma ao fiel Criador, na prática do bem.” 1 Pedro 4:14-19.

Conclusão

Quem abraça esse projeto de vida é muito feliz! 

1. Deles é o Reino dos Céus (vs.3)
2. Eles são consolados por Deus (vs.4)
3. São herdeiros da Terra (vs.5)
4. Serão fartos de justiça (vs.6)
5. Alcançarão misericórdia (vs.7)
6. Verão a Deus!!! (vs.8)
7. Serão chamados “filhos de Deus” (vs.9)
8. Deles é o Reino dos Céus (vs.10)
9. Possuem um grande galardão nos Céus (vs.12).

Decida-se hoje mesmo por esse projeto de uma vida muito feliz, o projeto da bem-aventurança, da felicidade aqui e eternamente. Seja um bem-aventurado de Deus!

Leia também:
O PROJETO DA FELICIDADE (1) HUMILDADE, QUEBRANTAMENTO E MANSIDÃO
O PROJETO DA FELICIDADE (2) PROJETO DE JUSTIÇA
O PROJETO DA FELICIDADE (3) MISERICÓRDIA, SANTIDADE E PAZ

Paulo Sergio Visotcky da Silva
IPNA, culto vespertino 23/03/17
Igreja Presbiteriana Nova Aliança, Rua Álvares Fagundes, 102, Americanópolis, São Paulo
Soli Deo Gloria!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT