O PROJETO DA FELICIDADE (1) HUMILDADE, QUEBRANTAMENTO E MANSIDÃO




“Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados. Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra.” Mateus 5:3-5

Qual é o seu projeto de vida? Seja qual for, faça com que seja um projeto que lhe conduza à felicidade real, que somente Deus pode lhe dar. Esse é o sentido de “bem-aventurado” = muito feliz.

Projeto de humildade (vs.3)

Primeiramente, esse projeto de felicidade, é um projeto de pessoas humildes perante a face de Deus. A humildade é um elemento essencial para o sucesso em todos os empreendimentos e planos daqueles que temem a Deus. Deus resiste aos soberbos, mas aos humildes concede a Sua graça. A humildade nos faz ser parecidos com Jesus, o nosso Senhor, que demonstrou toda Sua humildade quando Se encarnou, tomando a forma humana e vindo ao mundo para nos salvar. Ele deixou a Sua glória, Seu trono, e todas as delícias celestiais, veio a este mundo rude e cruel, padecendo silenciosamente por amor a nós. Jesus é o nosso exemplo máximo de humildade. No Getsêmani nos Deus a grande lição do que é ser humilde perante a majestade divina quando disse: “[...] não se faça a Minha vontade, e sim a Tua.” (Lc 22:42b).

Projeto de quebrantamento (vs.4)

Em segundo lugar, o projeto da felicidade também é calcado em uma relação íntima com Deus, a qual nos conduz a ter um coração quebrantado, compungido e contrito, ao qual o Senhor jamais desprezará (Sl 51:17). Esse quebrantamento demonstra a humildade que rege o coração dos bem-aventurados. Eles se quebrantam diante de Deus, aquEle a Quem temos que prestar contas, por reconhecerem a Sua grandeza e santidade, e por reconhecerem que são pecadores imperfeitos, que foram alcançados por Sua graça, mas que dependem de Sua misericórdia. O quebrantamento brota na alma dos bem-aventurados que se regozijam na presença do Senhor que sonda mentes e corações. O quebrantamento é produzido por Deus, mas buscado e desejado pelos mui felizes filhos de Deus.

Projeto de mansidão (vs.5)

Em terceiro lugar, o projeto da felicidade é também o projeto da mansidão. Os mansos de coração são bem-aventurados porque se assemelham a Jesus, que é manso e humilde de coração. Ele que é o Filho Unigênito do Pai, veio ao mundo como Cordeiro mudo perante os seus tosquiadores. Aos que Lhe humilharam Ele singelamente perdoou rogando ao Pai que não lhes imputasse aqueles atos, por não saberem o que faziam. Aos que O rejeitaram Ele simplesmente chorou, desejoso de que se refugiassem debaixo de Suas poderosas asas (Lc 13:34). A mansidão de Cristo nos impressiona pelo fato de que bastaria uma palavra Sua e o Pai enviaria legiões de anjos para livrá-Lo de todo horror e sofrimento que passou para salvar os que nEle creem.

Conclusão

Quem abraça esse projeto de vida é muito feliz! 
•    Deles é o Reino dos Céus (vs.3)
•    Eles são consolados por Deus (vs.4)
•    São herdeiros da Terra (vs.5)
•    Serão fartos de justiça (vs.6)
•    Alcançarão misericórdia (vs.7)
•    Verão a Deus!!! (vs.8)
•    Serão chamados “filhos de Deus” (vs.9)
•    Deles é o Reino dos Céus (vs.10)
•    Possuem um grande galardão nos Céus (vs.12)

Não rejeite a misericórdia de Deus, mas receba por fé a salvação que Ele oferece gratuitamente aos que nEle creem, sendo assim um bem-aventurado de Deus. Abrace com fé esse projeto que Deus propõe aos homens, sendo assim uma pessoa muito feliz, porque é semelhante a Cristo em Sua humildade, quebrantamento e mansidão. Deus te abençoe!

Paulo Sergio Visotcky da Silva
IPNA, culto vespertino 15/01/17
Igreja Presbiteriana Nova Aliança, Rua Álvares Fagundes, 102, Americanópolis, São Paulo
Soli Deo Gloria!!!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

JOSIAS, UM REFORMADOR EM SEU TEMPO