OUVIR A VOZ DE DEUS


1 SAMUEL 3:1-14

“Então, veio o SENHOR, e ali esteve, e chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel! Este respondeu: Fala, porque o Teu servo ouve.” 1 Samuel 3:10.


O nosso Deus fala! Ele fala conosco! Que grandiosa revelação é essa! Grandiosa, maravilhosa, prazerosa, deleitosa e abundante revelação! Não são todos que sabem disso, nem creem, pois se cressem jamais abririam mão de se exporem à Palavra de Deus. Se cressem na voz de Deus jamais sonegariam as oportunidades de ouvi-Lo falar através da leitura particular da Bíblia, bem como das leituras, ensinos, estudos, pregações e exposições públicas na Igreja. Se todos cressem na voz de Deus, não ouviriam apenas o que lhe agradasse, mas o que está escrito, crendo que se trata da Palavra de Deus e não de palavra de homens. Os pagãos e idólatras acreditam que seus deuses falem com eles. Os ímpios creem que as cartas, os astros e os orixás falam com eles, e por isso são enganados pelo diabo. Completamente diferente disso é a realidade bíblica, histórica e factual de nosso Deus, o único e verdadeiro Deus, o Deus que sempre fala com o Seu povo. Isso é relacionamento e vida; Deus quer Se relacionar conosco! Duas maiores provas disso: a Bíblia, que é a santa e bendita Palavra de Deus; e a encarnação de Cristo, o Verbo de Deus, onde Ele próprio, Deus, assumiu a forma humana, veio falar com o Seu povo, e fala até hoje. Porém nem todos conseguem, nem podem ouvir a Sua voz.

O texto citado mostra uma dura realidade daqueles dias em Israel: Deus não falava mais com o sacerdote Eli, e muito menos com seus filhos, Hofni e Finéias. Essa família sacerdotal havia caído em maldição sob a ira de Deus, por causa dos pecados dos filhos de Eli, que pecavam absurdamente, e por causa do pecado de omissão de Eli, que não os repreendia devidamente. A impressão que tenho ao ler essa história é que eles de tal modo haviam se acostumado com as coisas espirituais, e ainda mais pelo fato de serem uma família sacerdotal, que tudo que era relacionado a Deus havia perdido o seu sentido mais profundo, tornando-se mera religiosidade; tudo que eles faziam era por mero costume e não de coração. Os pecados começaram a aparecer, mas Eli não quis tomar as medidas cabíveis, talvez por pensar que eles eram a família sacerdotal, e pronto. Como acontece em muitas Igrejas hoje em dia, em que alguns líderes não admitem que seus filhos sejam exortados e até disciplinados se for necessário. A Igreja agora era como um clube, não “do Bolinha”, mas do Eli e família. E então começou a acontecer a pior desgraça: Eli não ouvia mais Deus falar com ele, e Deus não falava mais com esse povo, apesar deles pensarem que tudo que faziam era aprovado por Deus, afinal eles eram da família sacerdotal, não é?

Foi então que Deus começou a falar com Samuel, aquele jovenzinho puro de coração, consagrado ao Senhor desde o ventre materno, e que fora escolhido por Deus para ser sacerdote, profeta e juiz em Israel. No início ele não entendia bem que era Deus Quem estava falando com ele, e até pensou que fosse o sacerdote Eli que o chamava. Mas quando ouviu e entendeu Deus falando com ele, e se expôs à voz de Deus, tudo mudou em sua vida. A partir daí ele foi levantado por Deus para ser um vaso útil em Suas mãos, e foi usado poderosamente por Deus. Quanto a Eli e seus filhos, Deus os matou!

Aplicações práticas

1 – Deus não mudou, Ele continua falando através de Sua santa e bendita Palavra. Muitos O ouvem porque leem a Bíblia com atenção, amor e santidade, vão à Igreja e prestam atenção à pregação e ao ensino. Porém muitos não O ouvem mais porque não se detém diante daquEle que tudo pode fazer, não tem tempo para Ele, preferem ouvir o pregador sicrano ou beltrano que lhes agrada. Sempre escolhem a quem irão ouvir, e desprezam a simplicidade da Palavra de Deus porque não ouvem Deus falar. Não creem nem se impressionam com o fato de que o Criador e Senhor do Universo quer falar com eles, e por isso perdem a maior de todas as bênçãos que é ter um relacionamento pessoal com Deus. Sobre isso Jesus disse que as Suas ovelhas sempre ouvem a Sua voz e O seguem (João 10:27-28).

2 – O pecado pode nos tornar surdos à voz de Deus, muito cuidado! Se até uma família sacerdotal se desviou da Verdade e se perdeu em seus delitos, significa que nenhum de nós está imune ao endurecimento do pecado e suas consequências nefastas. Deus não fala com os zombadores de Seu nome, o Altíssimo não aceita o louvor de corações impuros e de mãos contaminadas (Tg 4:8-10). “Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e Eu vos receberei, serei vosso Pai, e vós sereis para Mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso.” 2 Co 6:17-18. Assim como Deus eliminou essa família, Ele também o fará no Dia do Juízo com todos que zombam dEle (Mt 7:21-23).

3 – Deus continuará sempre falando com o Seu povo, assim como falou com o jovem Samuel. Porém, lembremos sempre como era esse servo: puro, limpo de coração, obediente, submisso, temente a Deus e disposto a ouvi-Lo – “fala que o Teu servo ouve!” Sejamos esses que se colocam diante de Deus, prontos para ouvir e obedecer. Sejamos esses que estão prontos para cumprir a Sua santa e bendita vontade, ainda que sejamos incompreendidos e odiados como foi Samuel. No final, Deus nos honrará e exaltará, pois os que ouvem a Sua voz serão levantados, usados e exaltados por Ele, para a Sua honra, glória e louvor (Tg 1:22-25).

Eli ou Samuel, qual modelo de espiritualidade você vai seguir?

Pr. Paulo Sergio Visotcky da Silva
23/08/16 culto lar Gislene e Márcio.
SDG!!!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT