CORAÇÕES COM OLHOS ILUMINADOS



“Iluminados os olhos do vosso coração, para saberdes qual é a esperança do Seu chamamento, qual a riqueza da glória da Sua herança nos santos, e qual a suprema grandeza do Seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do Seu poder.” Efésios 1:18-19.

O conteúdo da Carta aos Efésios revela que essa Igreja vivia uma realidade espiritual bem diferente de outras Igrejas da Bíblia. Comparando o tom e as palavras utilizados pelo Apóstolo Paulo, aqui e nas Cartas aos Coríntios, notamos que a Igreja de Éfeso era muito mais espiritual do que aquela. Mas ainda assim eles tinham muito que aprender em sua vida de comunhão com Deus.

Em nosso contexto, muitos vivem aquém ao que Deus planejou para eles. Vivem num verdadeiro estado de miséria espiritual, porque não sabem, ainda não tomaram conhecimento, não tem noção da grandiosidade, da preciosidade das bênçãos que Deus lhes preparou através da vida e da obra que o Senhor Jesus realizou. É sobre isso que iremos refletir aqui, e rogamos a Deus, que nos faça saber, que nos revele aos corações, que bênçãos são essas!

EXPLICAÇÃO
Efésios, Filipenses, Colossenses e Filemon são denominadas as “Cartas da Prisão”, já que foram escritas durante a prisão de Paulo em Roma (Ef 3:1; Fp 1:7; Cl 4:10; Fm 9). Paulo foi preso duas vezes. Durante a primeira prisão, Paulo foi mantido prisioneiro da guarda pretoriana por dois anos (At 28:30), durante os quais estas cartas foram escritas. Ele previa a sua libertação (Fm 22), após a qual realizou várias viagens, escreveu 1 Timóteo e Tito. Depois disso, foi novamente aprisionado, quando escreveu 2 Timóteo e foi martirizado. A Carta aos Efésios foi escrita, portanto, durante a primeira prisão, ao passo que 2 Timóteo é a carta da segunda prisão. (ABA).

ARGUMENTAÇÃO
No texto lido o Apóstolo Paulo falando à igreja de Éfeso faz algumas considerações a respeito à espiritualidade daqueles irmãos:

eram irmãos que tinham fé em Jesus (vs 15);
viviam em amor uns pelos outros, comunhão (vs 15);
Paulo orava por eles, agradecendo pela obra de Deus na vida deles (16);
e intercedia por eles, pedindo a Deus que lhes concedesse:

espírito de sabedoria e revelação (vs 17);
no pleno conhecimento de Deus (vs 17);
e que tivessem os olhos do coração iluminados (vs 18).

Tudo isso era para que eles pudessem saber aprender, entender e conhecer o tipo de vida que Deus lhes havia concedido em Jesus, pois nem todos tinham conhecimento dessas grandiosas bênçãos. Hoje, semelhantemente, nem todos os crentes tem esse conhecimento. Por isso que Paulo orava e intercedia por eles, e nós também precisamos orar uns pelos outros, para que nos seja concedido o entendimento e o conhecimento dessas bênçãos tão elevadas, e envoltas em tamanho mistério, que somente podemos viver dessa maneira se o próprio Deus nos ajudar, concedendo-nos espírito de revelação e sabedoria, através do pleno conhecimento dEle, e iluminando os nossos olhos (espirituais) do coração (vs.17-18). 

Era isso que Paulo suplicava a Deus pelos efésios, e é isso que também devemos pedir ao Pai Celestial. Que possamos saber que também temos da parte de Deus...

1 – UMA ESPERANÇA MARAVILHOSA
“para saberdes qual é a esperança do Seu chamamento” (vs.18)

Temos essa esperança porque fomos chamados por Deus para servi-Lo. E por isso esperamos dias melhores, esperamos a visitação de Deus, esperamos o crescimento da Igreja, esperamos por respostas às nossas orações, esperamos as bênçãos que Ele nos prometeu, esperamos por termos nossos corações transformados, esperamos por Sua bendita e graciosa vontade. Enfim tudo que temos, tudo que somos, todas as nossas perspectivas estão em Deus.

A nossa esperança é real, não é uma teoria, mas é muito prática, é para aqui e agora, mas não se detém a este mundo. A nossa esperança nos remete à eternidade.
“Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens.” 1 Coríntios 15:19.

O mundo sem Deus não tem esperança. Onde está a esperança do mundo? A esperança do mundo jaz no dinheiro, riquezas e bens materiais. A esperança do mundo é vazia, pois está colocada em homens, e todo homem é pecador. São vãs esperanças, falsas esperanças, que não podem salvar ninguém, pois tudo passa. Quando a morte chegar qual esperança permanecerá? Diz o ditado erradamente que “a esperança é a última que morre”, no entanto, para o crente a esperança não morre nunca, porque a nossa esperança é Jesus. Nós temos uma viva esperança.

“Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos” 1 Pedro 1:3.

Somente quem foi lavado pelo Sangue de Cristo tem a esperança da vida eterna. Daqui não se leva nada, e até o povo de Deus é exortado a não colocar o seu coração em outras coisas, senão no Senhor. Ele É a nossa esperança!

“...se as vossas riquezas prosperam, não ponhais nelas o coração.”  Salmos 62:10b.
“...e disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei; o SENHOR o deu e o SENHOR o tomou; bendito seja o nome do SENHOR!”  Jó 1:21.

Nesse mundo terrível, mundo de pecado, morte e dor, vivendo à beira do inevitável precipício, a ESPERANÇA é uma das maiores preciosidades da vida cristã. Ela nos revigora a cada manhã, nos fortalece a cada dia, mesmo nos momentos mais críticos da vida, a nossa esperança é inabalável, pois está firmada no Deus soberano, em seu eterno poder, no sacrifício e na vitória de Seu Filho Unigênito: o Senhor Jesus Cristo.

Os salmos revelam exaustivamente esse Deus maravilhoso, o Deus da esperança:

Sl 9.18   Pois o necessitado não será para sempre esquecido, e a esperança dos aflitos não se há de frustrar perpetuamente.
Sl 39.7   E eu, Senhor, que espero? Tu És a minha esperança.
Sl 40.1   Esperei confiantemente pelo SENHOR; Ele Se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro.
Sl 62.5   Somente em Deus, ó minha alma, espera silenciosa, porque dEle vem a minha esperança.
Sl 65.5   Com tremendos feitos nos respondes em Tua justiça, ó Deus, Salvador nosso, esperança de todos os confins da Terra e dos mares longínquos;
Sl 71.5   Pois Tu És a minha esperança, SENHOR Deus, a minha confiança desde a minha mocidade.
Sl 119.116   Ampara-me, segundo a Tua promessa, para que eu viva; não permitas que a minha esperança me envergonhe.
Sl 146.5   Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, cuja esperança está no SENHOR, seu Deus,

E você, vive debaixo dessa maravilhosa esperança?

2 – UMA HERANÇA GLORIOSA
“qual a riqueza da glória da Sua herança nos santos” (vs.18)

A Bíblia revela que o crente tem uma herança eterna no Céu. Nós temos uma herança gloriosa, que a traça e a ferrugem não corroem, os ladrões não escavam e não roubam (Mt 6:20). Precisamos ter consciência da realidade dessa herança que o Senhor aqui nos revela. Precisamos valorizar tal verdade mais que o ouro, prata, jóias, bens e riquezas desse mundo. Que esforço qualquer um de nós faria para receber uma herança deste mundo? E porque nos esforçamos tão pouco para nos apropriar daquela herança celestial? Eis a razão porque Paulo tanto orava e intercedia pelos efésios. Certamente isso se aplica a todos nós, povo de Deus, pois se desviarmos os nossos olhos do Senhor e passarmos a olhar e contemplar as coisas deste mundo, certamente começaremos a menosprezar a nossa herança.
“olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus.”  Hebreus 12:2.

Espiritualidade x materialismo; herança do Céu x herança do mundo
É assim que há tantos crentes materialistas, invejosos, arrogantes, avarentos, escravizados pelo que possuem e tantos outros igualmente escravizados pelo desejo de possuírem. A questão é: são crentes de fato os que assim vivem? Deus é quem sabem, cada um julgue a si mesmo! Mas fatos são fatos. 
 “Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis.”  Mateus 7.16,20.  

“Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele;”  1 João 2:15.
“Tendo, porém, o jovem ouvido esta palavra, retirou-se triste, por ser dono de muitas propriedades.”  Mateus 19:21-26.

Na Primeira Carta de Pedro encontramos alguns adjetivos da nossa herança gloriosa.
“para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros”  1 Pedro 1:4.

Incorruptível - lá não existe corrosão, ferrugem, doença. (Mt 6:19,20).
Imaculada - incontaminável, lá não existe mácula, malícia, pecado, maldade. (Mc 10:14,15).
Imarcescível - que não pode murchar, não envelhece, não perde o seu valor com o tempo. Diferentemente da vida aqui na Terra, lá no Céu não existe tempo, lá é um lugar “a-temporal”, lá vive-se a dimensão da eternidade e por isso lá as coisas não envelhecem. 

O servo de Deus mais humilde é rico em Deus, porque tem uma herança tão gloriosa guardada no Céu, pelo próprio Deus, para todo aquele que nEle crê.
O apóstolo Paulo, aprisionado pela segunda vez, escreveu a seu filho na fé, Timóteo, acerca da fé e da esperança que ele tinha, na sua herança.
“e, por isso, estou sofrendo estas coisas; todavia, não me envergonho, porque sei em quem tenho crido e estou certo de que Ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele Dia.” 2 Timóteo 1:12.

3 – UM PODER GRANDIOSO E EFICAZ
“e qual a suprema grandeza do Seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do Seu poder” (vs.19)

Nesse ponto, Paulo orava para que os efésios soubessem da suprema grandeza e eficácia do poder de Deus em suas vidas. Precisamos do poder de Deus, precisamos ser tocados por esse poder, precisamos aprender a viver na dimensão desse poder. Para isso precisamos conhecer o poder de Deus, e crer nesse poder.

A palavra “poder” em grego – dinamis – é a raiz de duas outras palavras, que em português, ilustram muito bem a natureza do poder de Deus.

Dinamite – “Matéria explosiva formada de nitroglicerina misturada com areia quartzosa” (Michaelis), é um explosivo poderoso usado em pedreiras e construções. O poder de Deus é eficaz para quebrar os corações mais endurecidos, e para rebentar quaisquer prisões ou cadeias. Assim sendo, o crente verdadeiro não vive submisso aos padrões do mundo, prisioneiro do pecado, debaixo do jugo de satanás. O poder de Deus que nele habita o há de libertar de todos os vínculos e correntes do velho homem, sejam eles físicos, emocionais, psíquicos e espirituais. Você conhece esse poder? Quantos e quantos crentes viciados, humilhados, prisioneiros, apelando para as filas de espera da consulta dos psicólogos, dos conselheiros, até não crentes, tudo porque não conhecem essa dimensão de vida cristã. Por isso Paulo clamava a Deus pelos efésios, para que eles conhecessem esse poder grandioso e eficaz, que o próprio Deus lhes houvera dado. Precisamos clamar também!
“Mas o SENHOR nas alturas é mais poderoso do que o bramido das grandes águas, do que os poderosos vagalhões do mar.” Salmos 93:4.

Dínamo – “Nome dado às máquinas geradoras de corrente elétrica, especialmente corrente contínua; gerador. Máquina eletrodinâmica que converte força mecânica em corrente elétrica.” (Michaelis). O poder de Deus é em nós semelhante a uma força motora infinita que nos dá forças para continuar caminhando e batalhando, independente das circunstâncias, até o grande dia do nosso encontro com o Senhor. O poder de Deus em nós ilumina nosso viver, afasta de nós as trevas do pecado e da iniquidade, o poder de Deus afasta de nós ajuda-nos a discernir as obras das trevas e do diabo.

“mas os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam.” Isaías 40:31.

O poder de Deus nos guarda, mediante a fé.

“que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo.” 1 Pedro 1:5.

CONCLUSÃO

Essas bênçãos são ocultas para muitos que preferem viver na superficialidade sem um compromisso sólido com Deus. São tesouros dos quais devemos nos apropriar através de uma vida de compromisso prático com o reino de Cristo. Você conhece essas bênçãos? Tais bênçãos são para ti também, pois são concedidas a todo aquele que crê em Cristo, e que tem uma aliança com Ele, firmada em Seu próprio sangue vertido na Cruz do Calvário. 

Necessário é retomarmos o caminho correto de uma espiritualidade bíblica. Oremos como fez o Apóstolo Paulo pedindo ao Pai celestial que nos abra o entendimento, ilumine os nossos olhos espirituais, para que possamos compreender essas três bênçãos e as ações nas quais elas implicam.

Pr. Paulo Sergio Visotcky da Silva
IPB de Brasilândia, São Paulo
Culto Vespertino 11/10/15.

SDG – Somente a Deus dai toda glória!!!

Comentários

  1. Parabéns pelo Blog. Deus ti abençoe.
    Convido a participar do novo Agregador Blogospel. Onde reunimos blogs evangélicos, com os melhores conteúdos gospel e relevantes para o povo de Deus. E mais! Aumenta o tráfego do seu blog ou site.
    Não precisa cadastrar, é rápido e prático! Apenas seja parceiro colocando nosso banner na sua página e pronto, já pode enviar seus links.
    Acesse e conheça: http://semeandojesuscristo.blogspot.com.br
    Sua parceria é muito importante.
    Esperamos você lá!
    Graça e paz!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

FIQUE A VONTADE, DEIXE SEUS COMENTÁRIOS!!!

Obs: comentários serão bem-vindos se forem educados e não usarem termos ofensivos. Podemos discordar, mas vamos procurar manter o nível da educação e do respeito. Obs.: ao comentar identifique-se, pois não publicamos comentários anônimos.

Best regards in Christ, God bless you!!!

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT