O RICO QUE SE FEZ POBRE


“Pois conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, Se fez pobre por amor de vós, para que, pela Sua pobreza, vos tornásseis ricos.” 2 Coríntios 8:9.

O Natal é a festa que proclama de forma eloquente o amor de Deus por nós. Seu amor foi demonstrado não apenas em palavras, mas, sobretudo, em ação abnegada. Seu amor não foi escrito em tábuas de pedra, mas nas páginas do nosso coração. Seu amor não foi imposto por obrigação, mas motivado pela graça. A graça de Deus é um favor imerecido endereçado a pecadores indignos.

Jesus deixou a glória eterna que tinha com o Pai, a companhia dos anjos, e veio a este mundo, nasceu de mulher, nasceu sob a Lei, para viver entre nós e ser um de nós, exceto no pecado. Sendo rico, Se fez pobre para tornar-nos ricos. 

Três verdades devem ser aqui observadas.

A primeira delas é que a riqueza de Jesus decorre do fato de Ele ser o Criador e o dono do Universo. Tudo foi feito por Ele e para Ele. Riquezas e glórias pertencem a Ele. Dele é o mundo e tudo o que nele existe. Não há um centímetro sequer do Universo que Jesus não seja o dono.

A segunda verdade é que Jesus, ao encarnar-Se, tornou-Se pobre. Nasceu numa família pobre, num berço pobre e cresceu como um homem pobre, que não tinha onde reclinar a cabeça.

A terceira verdade é que pela Sua pobreza, tornamo-nos ricos. Ele abriu mão da glória para nos levar para a glória. Ele abriu mão de Sua riqueza para nos salvar tornando-nos ricos para com Deus, ricos espiritualmente.

Referência para leitura: 2 Coríntios 8:1-15.

Extraído de Cada Dia.
IPB de Vila Gerti, S.C.Sul / SP
Pastoral Boletim 14/12/14.

SDG - A DEUS TODA GLÓRIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

JOSIAS, UM REFORMADOR EM SEU TEMPO