CATECÚMENOS (15) EXPIAÇÃO LIMITADA


OS CINCO PONTOS DO CALVINISMO
AS DOUTRINAS DA GRAÇA DE DEUS 

TULIP - Acróstico formado pelas iniciais, em inglês, das cinco doutrinas reformadas da salvação, conhecidas também como as Doutrinas da Graça.

Total Depravity - Depravação Total 
Unconditional Election - Eleição Incondicional 
Limited Atonement - Expiação Limitada 
Irresistible Grace - Graça Irresistível 
Perseverance of the Saints - Perseverança dos Santos

Autoria
Ao contrário do que muitos pensam, não foi João Calvino quem escreveu “Os Cinco Pontos do Calvinismo”. Talvez algumas pessoas ficarão impressionadas com esta afirmação. No entanto, a magna pergunta que se faz é: Se não foi Calvino, quem foi então? “Estes cinco pontos foram formulados pelo Sínodo de Dort, Sínodo este convocado pelos estados Gerais (da Holanda) e composto por um grupo de 84 Teólogos e 18 representantes seculares, entre esses estavam 27 delegados da Alemanha, Suíça, Inglaterra e outros países da Europa reunidos em 154 Sessões, desde 13 de novembro de 1618 até maio de 1619”. Na verdade este sistema doutrinário foi fundamentado tão somente nas doutrinas ensinadas por Calvino, 54 anos após a morte do grande reformador (1509-1564). (João Calvino e “Os Cinco Pontos do Calvinismo”).

EXPIAÇÃO LIMITADA (Limited Atonement)

Segundo o Dicionário Priberan:
Ex·pi·a·ção, substantivo feminino: 1. Ato ou efeito de expiar. 2. Cumprimento da pena ou castigo (que se reputa equivalente à culpa ou delito). 3. Sacrifício expiatório.
Ex·pi·ar, verbo transitivo: 1. Remir (culpas ou delitos) pelo cumprimento de pena. 2. Sofrer as consequências de. 3. Purificar. 4. Cumprir (a pena que reabilita).

Embora Deus tenha resolvido salvar da condenação um certo número de homens, Sua santidade e justiça exigem que o pecado seja punido. Como os escolhidos de Deus são pecadores, uma expiação completa e perfeita era necessária. Jesus Cristo, o Filho de Deus feito homem, suportou o castigo merecido pelos pecadores e obteve a Salvação para os Seus eleitos.

A eleição em si não salvou ninguém; apenas destacou alguns pecadores para a salvação. Os que foram escolhidos por Deus Pai e dados ao Filho precisavam ser redimidos para serem salvos. Para assegurar sua redenção, Jesus Cristo veio ao mundo e tomou sobre Si a natureza humana para que pudesse identificar-se com os Seus eleitos e agir como seu representante ou substituto. Cristo, agindo em lugar do Seu povo, guardou perfeitamente a Lei de Deus e dessa forma produziu uma justiça perfeita a qual é imputada aos eleitos ou creditada a eles no momento em que são trazidos à fé nEle. Através do que Cristo fez, esse povo é constituído justo diante de Deus. Os eleitos são libertos da culpa e condenação, como resultado do que Cristo sofreu por eles. Através do Seu sacrifício substitutivo, Jesus sofreu a penalidade dos pecados dos eleitos e assim removeu a culpa deles para sempre. Por conseguinte, quando Seu povo é unido a Ele pela fé, é-lhe creditada perfeita justiça pela qual ficam livres da culpa e condenação do pecado. São salvos não pelo que fizeram ou irão fazer, mas tão somente pela fé na obra redentora de Cristo.

A obra redentora de Cristo foi definida em desígnio e realização. Foi planejada para render completa satisfação em favor de certos pecadores específicos e, de fato, assegurou a salvação para esses indivíduos e para ninguém mais. A salvação que Cristo adquiriu para o Seu povo inclui tudo que está envolvido no processo de trazê-los a um correto relacionamento com Deus, incluindo os dons da fé e do arrependimento. Deus não deixou aos pecadores a decisão se a obra de Cristo será ou não efetiva. Pelo contrário, todos aqueles por quem Cristo morreu serão infalivelmente salvos. A redenção, portanto, foi designada para cumprir o propósito divino da eleição.

Referências bíblicas: 1 Sm 3:14; Is 53:11-12; Mt 1:21; 20:28; 26:28; Jo 10:14-15; 11:50-53; 15:13; 17:6,9-10; At 20:28; Rm 5:15; Ef 5:25; Tt 3:5; Hb 9:28; Ap 5:9.

Catecúmeno: do grego “katekhoúmenos”; pessoa que se prepara e instrui, nos princípios da religião, para receber o batismo. Fonte: Eleitos de Deus. Leia também sobre esse tema em Bereianos e Monergismo. Estudo completo: TULIP.

IPB de Vila Gerti - S.C.Sul / SP. Catecúmenos - Curso Preparatório Para o Batismo e Profissão de Fé 12/10 e 16/11/14. Escola Bíblica Dominical 12/10/14. Material utilizado anteriormente em 22/04, 01 e 08/07/12.

SDG - A DEUS TODA GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT