PREPARO EVANGELÍSTICO


“E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.” Marcos 16:15.
“Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis Minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da Terra.” Atos 1:8.


Compartilhar o Evangelho é um maravilhoso mandamento que o Senhor Jesus nos deixou (Mt 28:19). Mas o ato de evangelizar requer atenção e alguns detalhes importantes.

1 – Oração. Antes de começar, peça a Deus que abençoe e dirija as suas oportunidades de evangelizar. Lembre-se que Deus é o maior interessado na salvação das pessoas. Peça a Ele a direção para o seu trabalho evangelístico (Rm 10:14).

2 – Literatura. Escolha sempre uma literatura de boa qualidade. Evite usar folhetos ou livretos sem cor, com aspecto antigo, e impressos em papel de baixa qualidade. As pessoas hoje em dia estão cada vez mais acostumadas a lidar com produtos atraentes e de boa qualidade. Lembre-se de que o nível de exigência delas é sempre alto.

3 – Público específico. Antes de entregar um folheto, leia-o com atenção e veja se ele se destina a algum público específico. É muito importante que você esteja bem ciente da mensagem que pretende distribuir. Muitos folhetos têm conteúdo voltado para públicos específicos (jovens e adolescentes, enfermos, drogados, etc.). Entregá-los para um público a que eles não se destinam irá prejudicar muito a sua ação evangelística. Portanto, leia com atenção cada porção bíblica antes de distribuí-la e, quando for o caso dela apresentar um tema específico, entregue-a somente para o público a que ela originalmente se destina.

4 – Alegria. Não evangelize apenas por obrigação; faça-o com prazer e em amor pela pessoa abordada, sempre se lembrando de que o ato de evangelizar vai muito além da simples distribuição de literatura. É fácil perceber quando alguém está fazendo algo por prazer ou simples obrigação. Ao evangelizar, procure passar simpatia, atenção e respeito pela pessoa abordada. Na entrega de um folheto ou livreto, talvez haja oportunidade de você falar sobre o que Jesus tem feito em sua vida. Aproveite, então, essa chance para dar o seu testemunho pessoal, mostrado de forma simples e direta, que o Evangelho é real na sua vida e na vida daqueles que se entregam a Cristo (Cl 4:5).

5 – Polêmicas. Evite, a todo custo, entrar em assuntos polêmicos. Procure se concentrar na Palavra de Deus e no testemunho do que Ele tem feito em sua vida. As questões polêmicas só fazem desviar a atenção do tema principal da evangelização: a Pessoa de Jesus Cristo! (2 Tm 2:16).

6 – Humildade. Mantenha sempre uma postura de humildade. Nunca se comporte como o “dono da verdade”. É recomendável que você procure manter essa atitude diante das pessoas, jamais demonstrando que você tem todas as respostas para todas as questões da vida (1 Pe 5:5b).

7 – Atenção. Seja um ouvinte atento, interessado e paciente. Lembre-se de que a ação de evangelizar envolve também o ouvir. Mantendo-se atento e sendo paciente ao ouvir as pessoas, você saberá quais as suas maiores necessidades e anseios espirituais. Dessa forma, você poderá atendê-las melhor na apresentação da Palavra de Deus.

8 – Orientação. Estimule a pessoa evangelizada a ler a Bíblia e a buscar comunhão numa Igreja Evangélica confiável e que tenha uma doutrina bíblica. É importante que você sempre recomende a leitura da Bíblia à pessoa evangelizada, e se ela porventura não tiver uma Bíblia, providencie uma para ela. Sugira que ela comece pelo Evangelho de João e estimule-a a procurar ajuda e orientação espiritual em uma Igreja Evangélica de sua confiança.

9 – Perseverança. Não desanime diante das circunstâncias adversas, mesmo quando os resultados não parecerem bons e as dificuldades aumentarem. Não desanime, persevere! Continue firme em seu propósito de evangelizar, crendo que Deus pode, a qualquer momento, reverter toda situação contrária. Lembre-se de que Ele está sempre no controle. Se ninguém se converter hoje, poderá haver conversões amanhã. Somos semeadores, não somos nós que convertemos, mas o Espírito Santo. Se Ele agir em nosso favor muitas almas se converterão, mas se não for o tempo dEle, não desanimaremos, pelo contrário, nos regozijaremos por saber que estamos lançando a divina semente nos corações (1 Co 3:6-7).

10 – Intercessão. Não se esqueça de interceder pelos evangelizados. Sempre que puder, ore por aqueles que você está evangelizando. A oração fiel pode muito em seus efeitos (Tg 5:16).

IPB de Vila Gerti, S.C.Sul / SP – EBD 24/11/13.

Extraído e adaptado de 10 DICAS PARA EVANGELIZAR USANDO LITERATURA BÍBLICA.
Interlink Agência Missionária.


SDG – A DEUS TODA GLÓRIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL