EM FACE DA PÁSCOA, MEDITEMOS...

Por: Rev. José Clóvis Falcão

“Logo, muito mais agora, sendo justificados pelo Seu Sangue, seremos por Ele salvos da ira.” Romamos 5:9.

O Capítulo 5 de Romanos enfoca o tema “justificação” no início, vs.1, no meio, vs.9, e no fim vs.16,18. “Justificação é um ato da livre graça de Deus, no qual Ele perdoa todos os nossos pecados e nos aceita como justos diante dEle. Somente por causa da justiça de Cristo a nós imputada, e recebida só pela fé.” Ef 1:7; 2 Co 5;21; Rm 4:6. “E é assim também que Davi declara ser bem-aventurado o homem a quem Deus atribui justiça, independente de obras.” Gl 2:16 (Breve Catecismo pg.33).


JUSTIFICADOS. (Rm 5:9) "dikaiothentes", particípio aoristo passivo, declarados justos. Indica uma ação anterior à principal; “seremos salvos”, antes da salvação é preciso justificação; o aoristo é uma ação pontilear, significa dizer que a justificação é um ato, não um processo e a voz passiva indica que somos objeto da ação justificadora divina.

PELO SEU SANGUE. Ex 12:5 “O cordeiro será sem defeito...”; vs.7 “tomarão do sangue e o porão em ambas as ombreiras...”; vs. 11”...é a Páscoa do SENHOR”; vs.12 “...ferirei na terra do Egito todos os primogênitos, desde os homens até os animais; executarei juízo sobre todos os deuses do Egito. Eu Sou o SENHOR”; vs.13 “O sangue vos será por sinal...quando Eu vir o sangue, passarei por vós, e não haverá entre vós praga destruidora, quando Eu ferir a terra do Egito”; Hb 9:22 “...e, sem derramamento de sangue, não há remissão” (perdão).

“...SEREMOS POR ELE SALVOS DA IRA.” SEREMOS SALVOS, "sothesometha", indicativo, modo da certeza, fato, realidade, não há dúvida de que os justificados serão salvos da justa ira de Deus. O futuro expressa uma qualidade de ação preferencialmente pontilear, quem sabe no grande trono branco, Ap 20:11, ou Mt 25:34 “então, dirá o Rei ao que estiverem à Sua direita: Vinde, benditos de Meu Pai! Entrai na posse do Reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.” E a voz passiva destaca o fato do sujeito sofrer a ação de ser salvo. O juízo é certo: Rm 2:2
Bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade contra os que praticam tais coisas”; vs.3 “...pensas que te livrarás do juízo de Deus?” ; vs.5 “Mas, segundo a tua dureza e coração impenitente, acumulas contra ti mesmo ira para o dia da ira e da revelação do justo juízo de Deus”; vs.16 “no dia em que Deus, por meio de Cristo Jesus, julgar os segredos dos homens, de conformidade com o meu Evangelho.” Mas, a sentença condenatória inexistente: “Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus” (Rm 8:1). A justiça de Deus foi satisfeita em Cristo. Estamos protegidos pelo Sangue bendito do Cordeiro de Deus! Por isso João registrou “Quando O vi, caí a Seus pés como morto. Porém Ele pôs sobre mim a mão direita, dizendo: Não temas; Eu Sou o primeiro e o último e aquEle que vive; estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos e tenho as chaves da morte e do inferno.” Ap 1:17-18. 

Porque Ele vive, posso crer no amanhã, a garantia de nossa ressurreição, aleluia!!! (1 Co 15:20-28).

“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.” 1 Co 15:58.

Projeto Didaquê, continue orando. pr.jclovis@gmail.com (11) 98736-0099.

O Rev. José Clóvis é Missionário da APMT e desenvolvedor do Projeto Didaquê, que evangeliza moradores de rua e latinos na cidade de São Paulo. Peço que interceda pelo Projeto Didaquê. Contato: pr.jclovis@gmail.com; Facebook: Clóvis Falcão.


SOLI DEO GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT