O BOM TESTEMUNHO E O EVANGELISMO



Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
IPB de Vila Gerti, S.C.Sul / SP
Pastoral Boletim 13.01.13

“Amado, não imites o que é mau, senão o que é bom. Aquele que pratica o bem procede de Deus; aquele que pratica o mal jamais viu a Deus.” 3 João 11.

Uma das áreas mais importantes da carreira cristão é sabermos, e aceitarmos o fato, que somos embaixadores de Jesus na Terra, e representantes de Sua Igreja (2 Co 5:20). A partir do momento que fomos salvos, assumimos um compromisso com Deus, e por isso temos que cuidar com muito zelo de nossas atitudes. O nome de Deus, e o da Igreja também, são desvalorizados a partir do momento em que muitos afirmam que são cristãos, mas vivem como se não fossem (Rm 2:24). Mas o nome de Deus também é dignificado através do bom testemunho dos servos de Deus (Mt 5:16; At 2:47).

A obra de evangelização tem sido prejudicada em nossos dias devido ao mau testemunho de muitos “crentes”. Não adianta convidarmos nossos queridos para a Igreja se o que cremos não alterou a nossa vida. Mas se a mensagem que anunciamos tem transformado nossas vidas, e se o nosso modo de viver transmite a Luz de Cristo, então a nossa palavra evangelística terá o efeito de transformação, cura e salvação a muitos perdidos que jazem nas trevas do pecado, mas poderão conhecer a Cristo (Mt 5:13-16).

O bom testemunho não é uma opção, mas essencial na vida cristã, pois é através do testemunho que demonstramos de fato e de verdade quem somos. Se andarmos na Verdade, não haverá como e nem se fará necessário, negar ou esconder quem somos. O nosso testemunho é a prova final, se o que dizemos é verdade ou não. O bom testemunho é uma vitrine, a vitrine da Igreja, do Evangelho, e do próprio Deus no mundo. Como um outdoor, expomos ao mundo através do nosso testemunho, que Cristo é real, que o Evangelho é real, e que a Igreja não é uma farsa, ou uma mera instituição, mas é o Corpo Vivo de Cristo, onde Ele Se compraz, salva e abençoa (Sl 133).

Entrelaçado à ética, o testemunho está ligado diretamente ao mais íntimo do ser. Saber quem somos, é uma das marcas de uma mente sã, e um dos alicerces do desenvolvimento da fé. Talvez seja essa uma das raízes do “problema” da Igreja de nossos dias: uma grave crise de identidade espiritual – pessoas que não sabem quem são diante de Deus, não tem convicção de sua salvação em Cristo Jesus, se a Bíblia é a Palavra de Deus ou não, se são filhos de Deus ou não, e se vão para o Céu ou não (Mt 7:21; Tg 4:4).

Muitos dizem que não sabem evangelizar, mas o bom testemunho, em si já é um ato evangelístico, o pré-requisito para a evangelização eficaz, e a autenticação da salvação que Deus operou em nós. Esforcemo-nos por um bom testemunho, que dignifique e exalte o nome de Cristo no mundo, e conduza muitos à salvação.


SOLI DEO GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT