A NECESSIDADE DE UMA VIDA PIEDOSA

Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
IPB de Vila Gerti - S.C.Sul / SP
Pastoral Boletim 04.11.12

"Visto como, pelo Seu divino poder, nos tem sido doadas todas as coisas que conduzem à VIDA e à PIEDADE, pelo CONHECIMENTO COMPLETO daquEle que nos chamou para a Sua própria glória e virtude." 2 Pedro 1:3.

Em obediência à vontade de Deus, Jesus fez tudo para nos salvar, pois se Ele não morresse na Cruz ninguém seria salvo (Is 53:3-7). Jesus pagou o preço da nossa salvação para que tivéssemos acesso à graça de Deus (Rm 5:2), e assim pudéssemos viver uma vida piedosa (2 Pe 1:3-4). Não se alcança jamais esse tipo de vida se não abandonarmos o pecado, o egoísmo, a preguiça e o comodismo (Hb 12:1). Vida piedosa é uma vida de abnegação, busca, empenho e esforço (Mt 11:12). Não se vive esse tipo de vida se continuarmos apegados às coisas que há no mundo e que entristecem ao Senhor nosso Deus (1 Jo 2:15).

De imediato já percebemos que a maior dificuldade em se conhecer a Deus mais profundamente reside em nós mesmos; nosso egoísmo, acomodação e pecado nos afastam dessa vida piedosa. É mais fácil ficarmos quietos dentro de nossas casas do que irmos à Igreja. E é mais fácil apenas aquecermos os bancos da Igreja do que vivermos de fato uma vida para Deus. Como vamos frequentar os cultos de quartas-feiras? E deixar de assistir ao último capítulo da novela? Ou perder aquela partida de futebol? Como vamos nos dispor a ler a Bíblia e orar se temos tantas coisas para fazermos no computador?

A verdade é que muitas vezes estamos vivendo em função de nós mesmos e somente daquilo que nos agrada. Não é esse tipo de vida que a Bíblia trata aqui. Uma vida piedosa deve ser vivida na semelhança de Cristo, e isso é plenamente possível, se não fosse possível Deus não nos mandaria. E é plenamente possível viver uma vida piedosa e ainda curtir momentos de lazer e diversão (Ec 3:1-8), com toda piedade e respeito.

A Bíblia nos assegura acerca do desejo de Deus em nos conduzir à vida e à piedade, e para isso Ele nos tem doado TODAS AS COISAS necessárias, através do conhecimento completo dEle mesmo, que nos chamou para a Sua própria glória e virtude. Quão grande é o amor de Deus!

Os termos "conhecimento completo de Deus" vs.3 e "co-participantes da natureza divina" vs.4 são semelhantes em sua essência e complexidade. Eles explicam em parte a transformação que ocorreu no momento da nossa conversão (Jo 3:3). Quando fomos feitos novas criaturas pela graça divina, passamos a conhecer a Deus e recebemos parte de Sua natureza divina em nossos corações, através do Espírito Santo (2 Co 5:17; Ef 1:13; 4:30). Mas essas bênçãos não são recebidas aqui na Terra em sua totalidade, pois somos pecadores e ainda não estamos totalmente livres do pecado. Só poderemos desfrutar dessas bênçãos de um modo completo na eternidade, quando a transformação operada pelo Espírito Santo atingirá seu ponto máximo, aquilo que a Bíblia chama de "glorificação" (Rm 8:17; 1 Co 15:53-54). Mas, para chegar lá é necessário ser fiel até a morte, em uma vida piedosa (Mt 24:13; Ap 2:10).


Esse tema te atrai e incomoda? 
Assista / ouça a séria de mensagens:
OS PURITAMOS E A TEOLOGIA DA VIDA PIEDOSA.
Acompanhe a série de estudos às quartas-feiras:
BUSCANDO O CRESCIMENTO ESPIRITUAL

SOLI DEO GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?