DISCIPULADO PLENITUDE (1)

Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
IPB de Vila Gerti – S.C.Sul / SP
Primeira reunião 04.08.12


"Todo ser que respira louve ao SENHOR. Aleluia!" Salmos 150:6.

O Ministério de Louvor ocupa lugar de destaque entre os ministérios de uma Igreja saudável. Através do louvor e da adoração, toda a comunidade é envolvida, edificada e transformada pela graça de Deus. O louvor é tão importante que se funde com a palavra “Igreja”. Quando alguém diz que vai à Igreja, subentende-se que vai lá para, entre outras coisas, para louvar a Deus.

Os integrantes do Ministério de Louvor precisam descobrir a importância desse Ministério sagrado. Eles são responsáveis por conduzir a comunidade dos crentes à presença de Deus através dos hinos e cânticos congregacionais. E assim como todo privilégio, o louvor traz consigo uma grande responsabilidade da qual Deus pedirá contas um dia a cada um.

Cada membro do Ministério de Louvor precisa se ver como um (a) Ministro (a) de Louvor, e muito mais que meros tocadores de instrumentos, ou cantores. Ao cantar e tocar seus instrumentos, eles o fazem para o próprio Deus, e diante de Seu santo trono. Daí a necessidade de haver preparo e zelo na condução desse serviço sagrado.

Se por um lado é natural que hajam deficiências em cada um de nós, por outro, se faz necessário buscar o crescimento e o desenvolvimento de cada um, e por parte de cada um, para que as dificuldades sejam vencidas, superadas, e o crescimento se projete em três áreas básicas: primeiramente a espiritual, depois a área intelectual (técnica), e por a física.

O QUE SE REQUER DO MINISTRO DE LOUVOR


HUMILDADE – Filipenses 2:5-8. A humildade é fator preponderante na vida desse Ministério. Quando um levita se enche de orgulho logo vem a queda e o enfraquecimento do Ministério. A humildade é tão importante que é geradora de outras virtudes fortalecedoras no Ministério de Louvor: amor, perseverança, gratidão, carinho, doçura, respeito, perdão, etc.

DISPOSIÇÃO, RESPONSABILIDADE, COMPROMISSO – Isaías 6:8. Notem a cortesia, cavalheirismo e respeito que Deus demonstrou com Seu servo. Só Isaías estava na presença de Deus naquele momento, e Ele deixou que Seu servo tomasse a atitude de fazer o que Deus quisesse. Quando entendemos a extensão desse posicionamento, cessam as cobranças para estar presente nos ensaios, cultos, reuniões, etc. Essas virtudes fazem parte do crescimento espiritual, mas há muitos crentes “velhos” que não aprenderam isso, e outros jovens que cedo descobriam quão gratificante é servir a Deus desse modo.
Muitos pensam que não são capazes porque são novos ou imaturos, mas para Deus isso não é problema (Jeremias 1:6-7).

Obviamente há muitas outras virtudes a serem estudadas. Por hoje ficaremos com essas duas, mas nas próximas reuniões continuaremos estudando as qualidades que se requer dos Ministros de Louvor.

O QUE É LOUVOR?  


Deus nos criou para o louvor da Sua glória (Ef 1:3-6). A busca da perfeição no louvor deve ser mais que uma idéia, deve ser um modo de viver, especialmente por parte dos Ministros de Louvor. Louvor é o ato de louvar a Deus, elogiando e exaltando-O por tudo que Ele fez, em nossa própria vida e na vida dos outros também. Paulo escreveu aos Coríntios:

"Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus." 1 Coríntios 10:31.

Através desse texto, entendemos que o louvor deve estar presente na vida em tudo que fizermos. Ele deve ser manifestado no nosso falar, pensar, vestir, trabalhar, estudar, orar, tocar e cantar. Porém, nos cultos da Igreja atual, a forma mais popular de louvor é por meio dos cânticos espirituais (somente).

O louvor também é um mandamento.

"Todo ser que respira louve ao SENHOR. Aleluia!" Salmos 150:6.

Se somarmos os prelúdios, solos, canto coral e louvor congregacional, veremos que o tempo gasto com a música pode chegar a 50%, ou mais até, de todo o tempo destinado aos cultos.

Parte desse estudo foi extraída do livro “Decolando nas Asas do Louvor” de Atilado Muradas.

Confira também DISCIPULADO PLENITUDE (2).

SOLI DEO GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT