A PALAVRA DO MESTRE: MAIO MÊS DA FAMÍLIA - QUEM DISCIPLINARÁ NOSSOS FILHOS?


Por: Rev. Nelson França

"Leais são as feridas feitas pelo que ama, porém os beijos de quem odeia são enganosos." Provérbios 27:6.

Certa mãe lamentava profundamente a correção severa que policiais estavam dando ao seu filho. Mas ao mesmo tempo sentia em seu coração o peso, pelo fato dela própria não tê-lo disciplinado no devido tempo.

É claro, que nós não imaginamos, sequer de longe, passar por uma situação assim. Mas, a experiência dessa mãe, deve nos levar à reflexão, sobre a realidade, de que os erros de nossos filhos, que não são tratados no lar, com discernimento sabedoria e amor – preste atenção nisso – poderão, e muito possivelmente serão, tratados no mundo com uma diferença, sem amor e sem misericórdia.

A dor e a tristeza que muitos pais sentem, devido o comportamento de seu filho diante dos homens e as conseqüências por ele sofridas, por vezes, poderiam ser evitadas, através de conselhos sérios e correções adequadas no lar. Por isso a Palavra nos orienta: 


“Corrige o teu filho, e ele te dará descanso, dará delícias à tua alma.” Provérbios 29:17.

Na verdade, quando um pai disciplina o seu filho em casa, o livra de ser disciplinado na sociedade. Não corrigi-lo devidamente é expô-lo a ser corrigido duramente pelos homens. Neste sentido, corrigir o filho é uma das expressões de amor mais negligenciadas, inclusive por pais cristãos.

Precisamos lembrar que amar, também é disciplinar, é dizer não, é reprovar. Tudo isso Deus fez ao Seu povo, a fim de poupá-lo de erros que lhes trariam grande mal. 


Muitos, com respeito à educação de filhos, têm aderido à “psicologia moderna”, cuja fragilidade disciplinar é conhecida de todos. Talvez, ela se ajuste mais ao homem atual, o qual defende os seus próprios métodos, e não teme declarar abertamente que os métodos bíblicos são antiquados.

Contudo, basta uma observação, mesmo superficial, no “mundo infantil-adolescente”, nas escolas, mesmo nas Igrejas, e perceberemos quão fraco e deficiente é o senso de autoridade, vivido pelas crianças. Isso evidencia a ausência de disciplina e correção nos lares.

A nossa palavra é: não permita que o mundo venha a corrigir o seu filho e causar a você dor e sofrimento. Discipline-o hoje você mesmo.

O Rev. Nelson é pastor da IPB de Praia Grande / SP.

Comentários

  1. Oi! Tenho acompanhado o blog e leio cada postagem...essa, em especial me tocou muito e gostaria de pedir permissão para publica-lá em meu blog.Aguardo resposta.
    O link é:http://sermaesemsermao.blogspot.com.br/
    obrigada

    ResponderExcluir

Postar um comentário

FIQUE A VONTADE, DEIXE SEUS COMENTÁRIOS!!!

Obs: comentários serão bem-vindos se forem educados e não usarem termos ofensivos. Podemos discordar, mas vamos procurar manter o nível da educação e do respeito. Obs.: ao comentar identifique-se, pois não publicamos comentários anônimos.

Best regards in Christ, God bless you!!!

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT