TÃO GRANDE SALVAÇÃO

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; 
e isto não vem de vós, é dom de Deus.” Efésios 2:8.

A salvação tem uma causa meritória e uma causa instrumental. A causa meritória é a graça, pois expressa a obra realizada por Jesus Cristo na Cruz; a causa instrumental é a fé, ou seja, apropriamo-nos da salvação pela graça mediante a fé. Não somos salvos por causa da fé, mas mediante a fé. Três verdades podem ser destacadas acerca da salvação: 


1º - sua causa: a graça; 
2º - seu instrumento: a fé; 
3º - sua consequência: as boas obras. Somos salvos pela graça, mediante a fé para as boas obras.

Não somos salvos pela obra que fazemos para Deus, mas pela obra que Cristo fez por nós na Cruz. Não praticamos as boas obras para sermos aceitos por Deus, mas porque fomos aceitos, para evidenciar nossa aceitação pela graça. As boas obras não são a causa da salvação, mas seu resultado. Fomos salvos para as boas obras, e não por causa das boas obras. 


Graça, fé e boas obras constituem o tripé da nossa salvação. As três são realizadas pelo próprio Deus, pois a graça, a fé e as boas obras são operações de Deus em nós e por nós.

Oremos
Pai compassivo, a grandeza dessa salvação também se revela em Sua oferta graciosa. Sem que eu merecesse, Tu enviaste Teu Único Filho como sacrifício pelos meus pecados. Por isso Te louvo e Te agradeço! Em nome de Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL