O TRISTE FIM DO FILHO DE UM CRENTE


Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
IPB de Vila Gerti - S.C.Sul / SP
Pastoral Boletim e EBD 15.04.12

“E se foi sem deixar de si saudades; sepultaram-no na Cidade de Davi, porém não nos sepulcros dos reis.” 2 Crônicas 21:20b.

É assim que termina a triste história de Jeorão. Seu pai, o Rei Josafá, era um homem crente que temeu e serviu a Deus todos os seus dias. Mas apesar da fidelidade de seu pai, Jeorão era um homem mau, e optou por seguir um caminho diferente daquele em que seu pai andara. Após casar-se com a filha de Acabe, um rei fenício que cultuava aos deus pagão baal, ele andou nos caminhos da família de seu sogro, e fez o que o Senhor reprova (2 Cr 21:6). 


Assim que assumiu o reinado, com 32 anos de idade, Jeorão assassinou os seus irmãos e alguns príncipes de Israel (vs.4). Fez lugares de adoração pagã nos montes de Judá, seduzindo os habitantes de Jerusalém à idolatria e adoração de demônios, que trazia consigo todo tipo de iniquidade (vs.11). Então, fatalmente veio a sentença de Deus: seu povo, sua família e posses foram castigados, e ele próprio teve uma morte horrível (vs.12-15). Jeorão teve uma enfermidade incurável em suas entranhas, e ao cabo de dois anos morreu em terríveis agonias; morreu “sem deixar saudades...” 

Essa triste história nos leva a refletir sobre diversos aspectos da nossa vida espiritual e de nossos filhos.

1. A salvação é individual; filhos de crentes podem ir para o inferno, caso não se convertam.
 
2. O casamento misto é pecado e contraria a Lei de Deus.


3. O fato de ser filho (a) de crente não produz, necessariamente, um bom coração em você, mas o temor e a fé em Deus é que fazem toda a diferença.


4. Por mais que pais crentes ensinem o caminho de Deus a seus filhos, chegará o dia em que eles próprios farão as suas escolhas. O grande ministério dos pais crentes é ensinarem seus filhos fazerem as escolhas certas na vida. Isso se faz dando o exemplo, ensinando e orando. Mas depende dos filhos QUEREREM APRENDER e SEGUIR estes ensinamentos por si mesmos.


5. Os sábios constroem a sua auto-imagem positivamente, de modo construtivo, edificante e que glorifique a Deus. Quando estes partem, seja por motivos profissionais, familiares, estudantis, ou pela própria morte, sempre deixam boas lembranças.


6. A melhor lembrança que podemos deixar por onde passamos não é a de quem agradou a todos, mas de quem agradou a Deus acima de tudo e de todos.


7. Deus tudo vê, e jamais compactua com o pecado. Juiz Santo e Justo que Ele É, não deixará pecado nenhum impune. Ele tem poder para dar a vida e tirar a vida. Com Deus não se brinca, de Deus não se zomba. Ele É amor, mas também É justiça e disciplina a quem Ele ama.

 
8. Um dia todos irão prestar contas a Deus, e somente o Sangue de Jesus pode purificar de pecados (1 Jo 1:7-9). Quem teve um verdadeiro encontro com Deus, ama e agrada esse Deus.

“Vigiai e orai para que não entreis em tentação. O espírito na verdade está pronto, mas a carne é fraca.” Mc 14:38.

SOLI DEO GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT