O CORDEIRO MUDO

“Ele foi oprimido e humilhado, 
mas não abriu a boca...” 
Isaías 53:7.

O profeta Isaías apontou Jesus, 700 anos antes de Seu nascimento, como o Cordeiro que foi levado ao matadouro e não abriu a Sua boca. O Filho de Deus foi traspassado pelas nossas iniquidades e moído por causa das nossas transgressões. Ele foi ferido, mas pelas Suas pisaduras fomos sarados. Ele foi ultrajado, mas não revidou ultraje com ultraje. Ele foi levado para a Cruz debaixo das vaias de uma multidão sedenta de sangue, mas não proferiu palavra de maldição. Como Cordeiro mudo, Jesus Se ofereceu como sacrifício pelo nosso pecado.

Suportou as agruras do Calvário. Mesmo padecendo sofrimento atroz, não levou em conta a vergonha da Cruz pela alegria que Lhe estava proposta. Mesmo sendo obediente até à morte, suportou o duro golpe da Lei que violamos. Mesmo sendo bendito eternamente, foi feito maldição por nós ao assumir o nosso lugar. Carregou em Seu corpo os nossos pecados e verteu o Seu Sangue para nos redimir do cativeiro e da morte. 


Seu padecimento nos trouxe alívio. Sua morte nos trouxe vida. Ali no Calvário, Jesus abriu para nós a fonte inesgotável da salvação!

Oremos
Senhor Deus, Teu Filho padeceu sofrimentos que deveriam ser meus. Em nenhum momento, porém, Ele reclamou. Foi movido por amor. Recebeu o meu castigo para que eu tivesse paz. NEle eu agradeço, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT