ESPIRITUALIDADE E ÉTICA

“E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente.” Romanos 12:2.

Assistimos e, muitas vezes, praticamos uma espiritualidade desassociada da ética. Os estudiosos da área dizem que, em breve, seremos uma nação evangélica. O que significa dizer que nosso problema não é a falta de religião evangélica, mas a sua super-oferta, que banaliza sua essência, seus valores, seus princípios, sua teologia e sua ética.

Por isso, seja qual for a tendência denominacional ou confessional, e mesmo nas Igrejas independentes, percebe-se a formação de uma massa evangélica sem forma e vazia, sem firmeza na Palavra, sem os valores éticos do Reino de Deus. A fé, em grande parte, tornou-se mais um produto a ser comercializado, consumido, buscando satisfazer sempre as necessidades do chamado "cliente gospel".

O papel da ética cristã, à luz da Palavra, não é a prática dos valores do mundo, mas questionar profeticamente o nosso tempo. A ética cristã carrega o desafio da interpelação à conversão, às mudanças nas estruturas políticas, sociais e culturais, através do poder do Evangelho salvador de Jesus Cristo.

Oremos
Pai, dá-me sabedoria para aplicar as verdades da Tua Palavra à minha realidade. Que eu saiba discernir o mundo pela direção do Teu Espírito através das Escrituras. Em nome de Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT