PAIS FELIZES

Alguns tem atribuído a Mark Twain a seguinte frase: “Quando eu era um garoto de 14 anos, meu pai era tão ignorante que eu não agüentava ficar perto dele. Mas quando eu fiz 21 anos eu fiquei boquiaberto ao constatar o quanto meu velho tinha aprendido em 7 anos.”

A atitude das crianças para com seus pais muda à medida que elas crescem. Muitos jovens demonstram pouco ou nenhum respeito por seus pais. É desalentador constatar isto! Mas no processo de amadurecimento muitos deles começam a reconhecer que o pai e a mãe sabiam muito mais do que eles imaginavam.

Por outro lado, alguns jovens se arrependem profundamente ao entenderem que se tivessem seguido o conselho dos pais, eles poderiam ter evitado muito sofrimento, tanto para eles quanto para sua família. 

A Bíblia nos diz: “Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa), para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra.” Efésios 6:1-3. 

O livro de Provérbios aconselha: 

“Ouve a teu pai, que te gerou, e não desprezes a tua mãe, quando vier a envelhecer.Pv 23:22.
Grandemente se regozijará o pai do justo, e quem gerar a um sábio nele se alegrará.Pv 23:24.

Agora minha palavra é para você que é pai ou mãe: Não desanime! Continue a instruir e corrigir seu filho. A disciplina não é bem entendida, nem aceita no momento, mas os frutos virão depois. Nossa geração tem pecado por querer ser “amiga” de nossos filhos, o que não é totalmente errado. Mas “amigos” eles podem ter muitos, e “pais”, só nós. Se nós não desempenharmos nosso papel educando-os, colocando limites, eles vão sofrer mais tarde – serão desajustados e como diz o livro de Provérbios “serão vergonha para nós” (Pv 19:26; 28:7; 29:15). 

Que Deus nos ajude a sermos bons filhos e bons pais!

Colaboração Dc. João Nicanor, IPB de Jundiaí / SP.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL