AINDA QUE EU FALE

“Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.” 1 Coríntios 13:1.

Um teólogo latino americano, em um artigo, fez uma colocação bastante interessante afirmando que nós, os latinos, somos uma sociedade fonética. Creio que os nossos dias se caracterizam bem por isso: belos e inflamados discursos, eloquentes sermões, tribunos e pregadores que nos encantam quando falam. Os que hoje ocupam os púlpitos e discursam nas tribunas, muitos nos levam a momentos de orações. Pena que MUITAS VEZES são apenas palavras. Isto nos lembra da conhecida frase: “O que tu fazes fala tão alto que não consigo ouvir o que tu dizes”. (R. W. Emerson). É o que Paulo está dizendo no texto: “Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos (...)”.

Como são encantadoras as línguas dos homens, principalmente quando faladas corretamente, com clareza, com expressão. Mas, e as línguas dos anjos? Se as línguas dos homens são o mais poderoso veiculo de comunicação, como não serão as línguas dos anjos? Confesso que pensar nisto me deixa maravilhado. Mas qual é o ensino do texto acima? Não é apenas falar, é preciso viver.

Gostaria que você refletisse comigo nestes textos da Bíblia:

“Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.” (Mateus 15:8).
“Na cadeira de Moisés, se assentaram os escribas e os fariseus. Fazei e guardai, pois, tudo quanto eles vos disserem, porém não os imiteis nas suas obras, porque dizem e não fazem.” (Mateus 23:2-3).
“Tornai-vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos.” (Tiago 1:22).

Todos esses versículos da Bíblia chamam a nossa atenção para sermos praticantes da Palavra. Não basta simplesmente falar bonito, encantar os nossos ouvintes; nossos atos falam mais alto do que as nossas palavras. Não queremos simplesmente falar, nosso desejo é viver. Falar que amo você não é difícil, o desafio é amar como Jesus. É isto que as pessoas esperam de nós. Deus nos encha com o seu amor e que “todos os vossos atos sejam feitos com amor”. (1 Coríntios 16:14).

Extraído do livro: "Ainda Que..." (Messias Anacleto Rosa).
Colaboração Pb. Osni Rullo, Congregação Presbiteriana do Suarão - Itanhaém / SP.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT