FUJA DO MEXERIQUEIRO

“O mexeriqueiro revela o segredo; portanto, não te metas com quem muito abre os lábios.” Provérbios 20:19.

O mexeriqueiro não é um amigo verdadeiro. Quem não sabe guardar segredos não é uma pessoa confiável. Um indivíduo que se deleita em espalhar informações que maculam a honra do próximo torna-se uma companhia perigosa. Devemos nos manter longe de quem fala demais. A língua do mexeriqueiro é pior do que a peçonha de uma víbora, pois o veneno da víbora foi colocado nela pelo Criador, mas o veneno da língua do mexeriqueiro foi colocado nele pelo diabo. O veneno da víbora pode tornar-se remédio, mas o veneno da língua do mexeriqueiro mata.

A boca do mexeriqueiro é uma cova de morte, é uma fagulha que provoca incêndios devastadores, é uma fonte poluída que lança de si lodo e lama. O amigo não expõe seu companheiro, mas o protege. O amor cobre multidão de pecados em vez de expô-los. Não há forma mais degradante de auto-exaltação do que diminuir os outros. Não há forma mais vil de auto-promoção do que espalhar os segredos dos outros com o propósito de envergonhá-los em público. A companhia do mexeriqueiro é uma ameaça; sua língua, uma destruição.

Oremos
Deus, Tu és soberano. Tu conheces o íntimo de cada um. Guia-me, pois, os passos em direção a boas amizades. Afasta de mim amigos falsos, lobos em peles de ovelhas. Em nome de Jesus. Amém.

Cada Dia.

Comentários