A CURA PELA PALAVRA

“Palavras agradáveis são como favo de mel: doces para a alma e medicina para o corpo.” Provérbios 16:24.

As palavras agradáveis são terapêuticas, fazem bem para a alma e para o corpo. Curam emocional e fisicamente. Um favo de mel renova as forças e dá brilho aos olhos. Palavras agradáveis levantam os abatidos, curam os aflitos, consolam os tristes e tonificam a alma daqueles que estão angustiados. Uma palavra boa e oportuna é medicina para o corpo. É um tratamento intensivo para os enfermos. Nossa língua precisa estar a serviço da cura e não do adoecimento. Precisamos ser agentes do bem e não executores do mal. Nossas palavras precisam transportar esperança e não desespero.

Precisam ser veículos de vida e não condutoras de morte. Precisam ser medicina para o corpo e não veneno que destrói a vida. Jesus usou de maneira singular a cura pela palavra. Sempre que alguém se aproximava dEle machucado pela vida, buscando socorro, saía com o coração aliviado e com a alma liberta. Suas palavras são bálsamo para os aflitos, tônico para os fracos, gotas de esperança para os cansados e luz de vida para os que andavam sem rumo. Precisamos aprender com Jesus.

Oremos
Senhor Deus, ninguém é igual a Jesus. Seu poder e graça são incomparáveis. Quanto mais perto estiver dEle mais parecido com Ele eu serei. Dá-me de Tua intimidade! Em Cristo. Amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL