MILAGRE DA ENCARNAÇÃO DO VERBO


“E o Verbo Se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a Sua glória...” João 1:14.

Há um só Deus. Ele subsiste em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Jesus é Deus. Ele não passou a existir quando Se fez carne. Ele existe desde os tempos eternos; é o Pai da Eternidade. O apóstolo João diz: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus”(João 1:1). Jesus é o Verbo de Deus e o Verbo é pessoal, eterno e divino. Esse mesmo Verbo Se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade. Aquele que nem o Céu dos Céus pode contê-Lo, esvaziou-Se e foi concebido pelo Espírito Santo no ventre de Maria. Nasceu numa manjedoura, foi enfaixado em panos e cresceu em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens.

O Eterno entrou no tempo, o infinito tornou-Se finito e o Deus eterno vestiu-Se de pele humana, e desceu até nós, para nos resgatar da escravidão do pecado. O Natal nos aponta para aquEle que desceu da glória, nasceu numa manjedoura, andou por toda a parte fazendo o bem, morreu numa Cruz, mas ressuscitou e está assentado à direita de Deus Pai, de onde há de vir para julgar o mundo com justiça.

Oremos
Senhor Deus, a encarnação de Jesus, Sua vida, morte e ressurreição apontam para a maior prova de amor já demonstrada por Ti à humanidade. Quero experimentar sempre desse amor. Em Cristo. Amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

JOSIAS, UM REFORMADOR EM SEU TEMPO