JESUS, O CORDEIRO VENCEDOR

Por: Rev. Paulo Sergio da Silva
Pastoral Boletim 18.12.11


“Quando O vi, caí a Seus pés como morto. Porém Ele pôs sobre mim a mão direita, dizendo: Não temas; Eu Sou o primeiro e o último e aquEle que vive; estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos e tenho as chaves da morte e do inferno.” Apocalipse 1:17-18.

Ao refletirmos acerca da vinda do Filho Unigênito de Deus ao mundo precisamos ressaltar que o fato dEle ter vindo de um modo tão humilde e simples, não subentende que Ele terminou a Sua tão nobre missão derrotado e perdedor. Muito pelo contrário, o Senhor Jesus venceu a morte, foi assunto (elevado, promovido) aos Céus onde reina, e de onde voltará para nos buscar e julgar a Terra, cheio de glória e majestade. Quando João O viu, na Ilha de Patmos, caiu a Seus pés como morto, cheio de temor! Jesus é Deus, “o primeiro e o último” significa que Ele é eternamente Deus, e como tal venceu a morte e o inferno (satanás, principados e potestades). Glórias ao Seu nome!!!

Afirmamos que as pessoas precisam redescobrir o verdadeiro sentido do Natal, pois atualmente parece que muitos perderam a fé, o temor e a esperança. Falam da vitória de Jesus como se fala dos preços no mercado... Assuntos midiáticos (novelas, filmes, TV, etc.) têm maior espaço e importância para tais. Vivem uma vida cristã onde a Palavra de Deus e a oração não têm ocupado mais o espaço que lhes cabem. Estão cheios de atividades e correrias, ocupam-se com a obra de Deus e se esquecem do Deus da obra. Nota-se uma grande tolerância ao pecado (em nome do amor) que chega ao destemor para com aquEle que vem julgar cada um segundo as suas obras (Ap 2:20). Para estes parece que Jesus terminou sua carreira como derrotado, perdedor, pois as suas obras atestam contra as suas palavras. Esse é o retrato da Igreja hoje.

Mas, se de fato cremos que Jesus é vencedor, precisamos retornar aos princípios da Bíblia, onde o louvor manifesta-se na vida e não apenas nos lábios; onde o estudo da Bíblia e a oração são valorizados e praticados como canais da graça de Deus à Sua Igreja; e onde o pecado não se mistura ao ajuntamento solene. Natal é servir com temor ao Cordeiro que é Vencedor! 


SOLI DEO GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL