CATECÚMENOS (12) EVANGELIZAÇÃO E MISSÕES


LEITURA SEMANAL
Domingo    João 15:1-5
Segunda    Mateus 28:18-20
Terça    João 1:40-42
Quarta    João 4:28-30;39-42
Quinta    Marcos 5:18-20
Sexta    1 Coríntios 9:16-23
Sábado    Provérbios 11:30;24:11

PARA DECORAR
“E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.” Marcos 16:15.

PERGUNTAS PARA REFLEXÃO E DEBATE
1 – Evangelizar é um dom concedido somente aos pastores, ou é tarefa para todos os membros da Igreja?
2 – Por que não devo desistir se não está havendo resultado imediato?
3 – Qual a melhor tática evangelística para alcançarmos nossa casa?

CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES
A prova de que fomos alcançados pela Verdade, além da transformação da nossa vida, será o desejo de proclamá-la a outros, isto é: fazer discípulos.
Essa série de estudos poderá ser usada para a evangelização e discipulado de algum amigo ou familiar, vizinho ou colega de trabalho, ou colega de classe, que eventualmente for alcançado (a) pela mensagem da salvação.

POR QUE EVANGELIZAR?

A – EVANGELIZAR É AMOR
Quando evangelizamos, provamos que não somos egoístas, que queremos dividir o que é bom com o nosso próximo. Se estamos realmente preocupados com nosso próximo, e queremos fazer algo significativo e importante para ele, não há nada melhor do que lhe apresentar a salvação em Jesus.
André procurou logo contar essa novidade ao seu irmão: João 1:40-42.

B – EVANGELIZAR É RETRIBUIR
Um dia alguém lhe falou de Jesus. Você se lembra quem foi, ou como foi? Um folheto que lhe entregaram, uma Bíblia que ganhou de presente, um convite para ir à Igreja...
Agora é sua vez de retribuir este grande favor que lhe fizeram.
Se, no passado, todos pensassem em evangelizar como você pensa fazer, será que o Evangelho chegaria até você?
Paulo queria alcançar a todos (1 Coríntios 9:16-23).

C – EVANGELIZAR É NATURAL
Natural na vida de quem já aceitou Jesus e O ama de todo o seu coração.
Imagine que você tivesse ganhado, hoje pela manhã, um carro do ano. Naturalmente você contaria para os seus parente e amigos esta novidade. Até sem palavras as pessoas notariam a sua alegria em ter recebido este presente, e o simples fato de dirigir aquele carro seria notado por todos. Você não teria necessidade de fazer um curso sobre “como contar aos outros que ganhou um carro”. Seria algo natural em seus lábios e em sua vida. Até o seu semblante comprovaria isso.
Creio que só anuncia Jesus com prazer e convicção quem já tem Jesus como Senhor e Salvador, e O ama acima de tudo em sua vida, e O serve com alegria (João 4:28-30).

D – EVANGELIZAR É URGENTE
Em Lucas 16:27-31 a Bíblia nos apresenta um homem desejando avidamente a salvação de seus cinco irmãos. Porém, era tarde demais. Ele já estava no inferno (João 9:14).

E – EVANGELIZAR É OBEDIÊNCIA
Em Marcos 16:15 a ordem foi dada a todos que contemplavam a ascensão de Jesus, e conseqüentemente essa ordem foi dada a todos os que nEle crêem. É o “IDE” de Deus.
Adoramos melhor a Deus quando O obedecemos. Sentimos maior empolgação e gozo em servi-Lo quando cumprimos Seus mandamentos (Ezequiel 3:18 e Atos 20:26-27).

ORIENTAÇÕES IMPORTANTES AOS EVANGELIZADORES

A – NÃO SE PREOCUPE DEMASIADAMENTE COM OS RESULTADOS
Alguns irão zombar, outros desprezar e deixar para depois, mas haverá os que irão crer (Atos 17:32-34; 1 Coríntios 3:6-9).

B – NÃO DISCUTA DOUTRINAS DE SUA IGREJA
Primeiro porque você ainda está novo na fé. Segundo porque essa não é nossa preocupação básica. Ao invés de discutir, fale do seu encontro pessoal com Jesus, e como sua vida foi transformada (2 Timóteo 2:15-16).

C – NÃO SEJA AGRESSIVO NO FALAR
Uma tendência natural do novo convertido é ter pressa em levar todos os seus familiares e amigos a Cristo, às vezes tornando-se agressivo, desprezando ou humilhando as pessoas.
Você não precisa segui-los mais nas bebedeiras, baladas, etc. Mas trate-os com amor (Provérbios 15:1).

D – PALAVRAS E AÇÃO
Palavras sem vida, sem testemunho não farão efeito algum na vida de seus ouvintes. Muito pelo contrário, será escândalo para o Evangelho (Romanos 2:24). Viva a sua mensagem de tal maneira que os que estiverem ao seu redor lhe perguntem o que mudou em seu viver, ou por que você está diferente.
Ao surgirem oportunidades, não deixe de falar de Jesus, e orar pelas pessoas. Você poderá usar o plano de salvação apresentado na primeira lição dessa série.

CONCLUSÃO
Em 2 Reis 5:2-3ss temos o exemplo empolgante de uma empregada doméstica que levou o patrão à conversão. Isso prova que qualquer um de nós pode ser usado por Deus para ganhar almas. Não despreze o dom que há em ti, não duvide do poder do Espírito Santo que habita em seu coração. Ore e creia, Ele fará a obra usando a sua vida.

“Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por Nós? Disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim.” Isaías 6:8.

IPB de Vila Gerti, S.C.Sul / SP, Classe de Catecúmenos - Curso Preparatório Para Batismo e Profissão de Fé. 
CATECÚMENO: do grego "katekhoúmenos"; pessoa que se prepara e instrui, nos princípios da religião, para receber o batismo.
Extraído e adaptado da revista "Nova Vida" de autoria do Rev. Simontom César de Araújo.
Leia o estudo anterior: LIDERANÇA ECLESIÁSTICA.

Leia o próximo estudo: DEPRAVAÇÃO TOTAL E ELEIÇÃO INCONDICIONAL.
Material usado anteriormente na IPB de Vila Gerti, S.C.Sul / SP, Classe de Catecúmenos - Curso Preparatório para o Batismo e Profissão de Fé 18.11.12; e 3ª IPB de Barretos / SP em 13.11.11, na Classe de Catecúmenos.

SDG - A DEUS TODA GLORIA!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

JOSIAS, UM REFORMADOR EM SEU TEMPO