O JUSTO, FONTE DE ALEGRIA

“No bem-estar dos justos exulta a cidade, e, perecendo os perversos, há júbilo” Provérbios 11:10.

Os justos são a alegria de uma cidade, mas os perversos o seu pesadelo. Os justos promovem sua paz, mas os perversos a transtornam. Os justos são os agentes do progresso, os perversos, protagonistas do desastre. Quando os jornais anunciam a morte de um criminoso de alta periculosidade, o povo sente-se aliviado. Quando a imprensa divulga a prisão de um traficante, a cidade respira aliviada. Quando os perversos perecem há júbilo na cidade. Porém, no bem-estar dos justos exulta a cidade. O justo é alguém que foi salvo pela graça e vive para praticar o bem.

Sua descendência é santa, sua vida é irrepreensível, seu testemunho é exemplar. O justo anda na luz, fala a verdade e pratica o bem. Da sua boca procedem palavras de vida e de suas mãos atos generosos. Quanto mais o justo floresce, mais a cidade é abençoada, pois na casa do justo habita a bênção de Deus. Todas as nações que foram colonizadas tendo a Palavra de Deus como base foram prósperas e bem-aventuradas. O justo, de fato, é uma fonte de alegria para a cidade.

Oremos
Pai bondoso, ensina-me os Teus caminhos. Fortalece os meus passos em Tuas veredas. Que eu seja motivo de grande alegria para todos os que me rodeiam e, sobretudo, para Ti. Por Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL