MORRE NOS EUA, STEVE JOBS, FUNDADOR DA APPLE

A sua genialidade e riqueza não puderam conter o câncer. Foi-se um dos maiores gênios da nossa era. Dono de uma biografia dramática e de uma das maiores riquezas do mundo, ele partiu aos 56 anos, um homem novo (leia abaixo matéria da Você S/A). A pergunta que se faz é: estaria ele preparado para enfrentar a morte? E você, está preparado (a)? Pelo jeito que ele falava e zombava da fé cristã é provável que não. Leia aqui matéria que saiu no G1 onde Jobs comparou os tablets com as tábuas dos 10 mandamentos. Disse ele: "Da última vez em que houve tanta empolgação por uma 'tábua', ela tinha alguns mandamentos escritos nela". Parece que o deus dele era o dinheiro, tudo girava em torno de suas invenções e do desejo que a sua marca fosse aceita. Isso gerou um tipo de i-dolatria para muitos que veneram a Apple (veja aqui matéria sobre Jobs e a iconoclastia). Mas para ele isso já acabou. Toda aquela arrogância e soberba tiveram um fim, o fim de todos os homens. Para onde a alma dele foi, onde está agora, só Deus sabe...

"Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?" Marcos 8:36.

"Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?" Lucas 12:20.

"Portanto (...) prepara-te (...) para te encontrares com o teu Deus." Amós 4:12. 


O cofundador da Apple, Steve Jobs, morreu nesta quarta-feira, dia 5, na Califórnia. A informação foi confirmada pela Apple que publicou uma homenagem a seu principal executivo no site Apple.com. Jobs tinha 56 anos.

Não há informação oficial sobre a razão da morte de Steve Jobs. Nas últimas semanas, no entanto, Jobs foi fotografado ao menos duas vezes com aparência muito debilitada. O executivo sofria de câncer e renunciou ao cargo de CEO da companhia há pouco mais de um mês.

Em breve comunicado no site oficial, a empresa que Jobs ajudou a criar diz que "a Apple perdeu um gênio criativo e visionário, e o mundo perdeu um ser-humano incrível. Aqueles que tiveram a sorte de trabalhar com Steve perderam um querido amigo e mentor. Steve deixou para trás uma companhia que só ele poderia ter construído e seu espírito será sempre a base da Apple".


Biografia - A trajetória de Steve Jobs, ex-CEO da empresa de tecnologia mais valiosa do mundo, teve origem na obsessão de sua mãe biológica em assegurar-lhe um curso superior, o que ele rejeitaria quando adulto.

Após concordar com a adoção, o casal mudou de ideia ao receber Jobs. Segundo a mãe biológica de Jobs, os advogados argumentaram que, na verdade, prefeririam adotar uma menina. Então outro casal pediu a adoção de Jobs, que foi concedida por sua mãe biológica.


Paul e Clara Hagopian Jobs, os pais adotivos de Jobs, quase o perderam após a adoção pois, ao contrário do que informaram à mãe biológica do fundador da Apple, eles não eram graduados. Para manter o filho adotivo, o casal comprometeu-se a pagar-lhe uma faculdade em sua vida adulta. Quando completou 17 anos, Jobs entrou no Reed College, mas desistiu 18 meses depois. 

Fonte: Você S/A.Para ler a matéria completa clique aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL