BONDADE, UM INVESTIMENTO

“O homem bondoso faz bem a si mesmo, mas o cruel a si mesmo se fere.” Provérbios 11:17.

Quando fazemos o bem aos outros, somos os primeiros beneficiados. O bem que praticamos retorna para nós mesmos. A Bíblia diz: “Certos de que cada um, se fizer alguma coisa boa receberá isso outra vez do Senhor” (Ef 6:8). Colhemos com fartura o que semeamos no campo do outro. A prática do bem é o melhor e o mais seguro investimento que podemos fazer. O apóstolo Paulo diz que o marido que ama a sua mulher a si mesmo se ama (Ef 5:28). E Salomão diz que quem faz o bem aos outros, a si mesmo o faz. Não é essa, porém, a realidade do perverso.

O mal que ele intenta fazer contra o próximo cai sobre sua própria cabeça. Ele recebe a paga de sua própria maldade. O homem cruel é como um louco que fere a si mesmo. Ele comete o desatino da autofagia. As flechas envenenadas que lança sobre os outros, voltam-se contra ele mesmo. A crueldade, antes de destruir o destinatário, destrói o remetente. A bondade é um investimento em si mesmo, mas a crueldade é a destruição de si mesmo. Fazer o bem compensa, mas praticar o mal é a mais consumada loucura.

Oremos
Deus, não há investimento mais precioso do que aquele que é feito na alma. Inspira em mim o ardente desejo de semear para a eternidade, de acumular tesouros no Céu. Em nome de Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT