UM PECADO QUE DEUS ABOMINA

“(...) o que semeia contendas entre irmãos.” Provérbios 6:19.

Novamente a língua é tema de sérias advertências em Provérbios. Dos sete pecados descritos em Pv 6:16-19, três deles estão relacionados ao mau uso das palavras. Contudo, há um pecado que para Deus é abominável. Frequentemente cometido por aqueles que querem ver “o circo pegar fogo”. Deus não suporta quem tem prazer em destruir a comunhão entre irmãos. Jesus chega a dizer que “melhor fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e fosse atirado no mar, do que fazer tropeçar a um destes pequeninos” (Lc 17:2).

A comunhão da igreja é dádiva de Deus e, por isso, deve ser preservada (Ef 4:3). A união dos Cristãos é consequência da obra redentora de Jesus. Ou seja, um preço muito alto foi pago para que nos tornássemos um só Corpo. E ninguém tem o direito de semear discórdia num solo onde reina a paz de Cristo. O salmista diz: “Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! (...) Ali, ordena o Senhor a Sua bênção e a vida para sempre.” (Sl 133:1,3). O mundo precisa de pacificadores, de promotores da paz, de construtores de pontes e não cavadores de abismos.

Oremos
Pai, sinto que tenho sido pedra de tropeço entre pessoas queridas por causa daquilo que falo. Peço-Te perdão e clamo para que me ajudes a ser um reconciliador. Em nome de Jesus. Amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT