VIGIE A PORTA DOS SEUS LÁBIOS

“No muito falar não falta transgressão, mas o que modera os lábios é prudente.” Provérbios 10:19.

Quem fala muito, erra muito. Até o tolo quando se cala é tido por sábio (Pv 17:28). A Palavra de Deus é categórica: “Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” (Tg 1:19). Quem fala para depois pensar, fala sem refletir e fala mais do que o necessário, muito transgride. A verdade é o conteúdo e o amor é a forma. A verdade sem o amor agride; o amor sem a verdade engana. Só devemos abrir a boca para transmitir graça. Devemos falar a verdade em amor.

O tolo fala muito e pensa pouco; fala muito e comunica pouco; fala muito e acerta pouco. O prudente modera os lábios e amplia a influência. Fala pouco e reflete muito; fala pouco e comunica muito; fala pouco e abençoa muito. Devemos ser cautelosos na fala, pois vida e morte estão no poder da língua (Pv 18:21). A comunicação é o oxigênio dos relacionamentos. Nossa língua precisa ser fonte de vida e não cova de morte; precisa ser medicina e não veneno; precisa ser bálsamo que consola e não fogo que destrói.

Oremos
Senhor, preciso controlar meus lábios. Tenho pensado pouco e falado muito. Enche-me com Teu Espírito para que, com a ajuda dEle, tenha mais domínio próprio. Em nome de Jesus. Amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT