VIGIE A PORTA DOS SEUS LÁBIOS

“No muito falar não falta transgressão, mas o que modera os lábios é prudente.” Provérbios 10:19.

Quem fala muito, erra muito. Até o tolo quando se cala é tido por sábio (Pv 17:28). A Palavra de Deus é categórica: “Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” (Tg 1:19). Quem fala para depois pensar, fala sem refletir e fala mais do que o necessário, muito transgride. A verdade é o conteúdo e o amor é a forma. A verdade sem o amor agride; o amor sem a verdade engana. Só devemos abrir a boca para transmitir graça. Devemos falar a verdade em amor.

O tolo fala muito e pensa pouco; fala muito e comunica pouco; fala muito e acerta pouco. O prudente modera os lábios e amplia a influência. Fala pouco e reflete muito; fala pouco e comunica muito; fala pouco e abençoa muito. Devemos ser cautelosos na fala, pois vida e morte estão no poder da língua (Pv 18:21). A comunicação é o oxigênio dos relacionamentos. Nossa língua precisa ser fonte de vida e não cova de morte; precisa ser medicina e não veneno; precisa ser bálsamo que consola e não fogo que destrói.

Oremos
Senhor, preciso controlar meus lábios. Tenho pensado pouco e falado muito. Enche-me com Teu Espírito para que, com a ajuda dEle, tenha mais domínio próprio. Em nome de Jesus. Amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL