A TRAGÉDIA DA PREGUIÇA

“Como vinagre para os dentes e fumaça para os olhos, assim é o preguiçoso para aqueles que o mandam.” Provérbios 10:26.

O vinagre provoca nevralgia nos dentes e a fumaça produz desconforto para os olhos. Quando os dentes ficam sensíveis, não conseguimos triturar bem o alimento nem mesmo sentir seu sabor. Quando os olhos são atingidos pela fumaça perdemos a capacidade de enxergar com clareza. Esse é o desconforto que o preguiçoso sente toda vez que alguém lhe ordena fazer alguma coisa.

Ele é inimigo do trabalho e sente-se desconfortável diante daqueles que rogam seus préstimos. O preguiçoso é amante do conforto e despende energias apenas para abastecer seu comodismo. Nutre fantasias acerca dos perigos que podem lhe acontecer, caso se lance em alguma atividade. Retém a mão de semear porque teme o mau tempo. Deixa de sair de casa para trabalhar porque acha que será assaltado. Deixa de procurar emprego para sustentar a família porque acredita que as portas estarão fechadas. Ele faz provisão para o desastre, semeia o nada e colhe o vazio. É como aqueles que andam sempre com os dentes embotados e com os olhos vermelhos.

Oremos 

Senhor Deus, a Tua Palavra diz que o bem precioso do homem é ele ser diligente. Afasta de mim o desânimo que tem prejudicado minhas atividades. Renova minhas forças. Em nome de Jesus, amém. 

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

IPB EM FOCO - SIMONTON E AS BASES DO PRESBITERIANISMO NO BRASIL