FONTE DE VIDA OU ARMADILHA

“A boca do justo é manancial de vida, mas na boca dos perversos mora a violência.” Provérbios 10:11.

Jesus disse que a boca fala aquilo de que o coração está cheio. A língua reflete o coração, externa o que é interno. Põe para fora o que está dentro. A língua nos coloca pelo avesso, mostra nossas entranhas e escancara os segredos do nosso coração. A língua pode ser remédio ou veneno; pode dar vida ou matar; pode construir pontes ou cavar abismos; pode ser fonte de vida ou armadilha de morte. Salomão diz que a boca do justo é manancial de vida.

O justo fala a verdade em amor. Sua palavra é boa e traz edificação. É oportuna e transmite graça aos que ouvem. Da boca do justo jorram louvores a Deus e encorajamento ao próximo. Sua boca é como uma árvore frutífera que alimenta. Porém, na boca dos perversos mora a violência, há blasfêmias contra Deus e insultos contra o próximo. A língua dos perversos instiga inimizades e produz morte; é um poço de impureza e um campo minado de violência. Devemos pedir a Deus um novo coração para que nossos lábios sejam mananciais de vida e não armadilhas de morte.

Oremos
Deus, usar a língua para o mal é incompatível com a Fé Cristã. Rogo, pois, por perdão. A partir de hoje vou mudar meu linguajar e usar minha boca como fonte de vida. Em nome de Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PASTORES VOADORES

INTRODUÇÃO GERAL AO NT (5) - A ORDEM DOS LIVROS DO NT